Aquivos por Autor: Luís Bernardo

Bom natal, e que não se gaste o dinheiro todo em freiras

Faço minhas as palavras dos The Coup. A quem celebra, a quem não celebra, a quem celebra quem não celebra e a quem não celebra quem celebra estas datas arbitrárias. Anúncios

Publicado em 5dias

Bruno Maçães e o novo ópio dos intelectuais

Em 1955, Raymond Aron publicava um volume intitulado O Ópio dos Intelectuais, onde discutia os três mitos da esquerda (esquerda, revolução e proletariado) e a atracção dos intelectuais franceses pelo marxismo. Era uma crítica liberal à ascensão do pensamento crítico, especialmente … Continuar a ler

Publicado em 5dias | 5 Comentários

A guerra de posição e a FCT

Os concursos FCT mostram, de forma microscópica, um dado cada vez mais claro: à esquerda, estamos a perder a guerra de posição. Estamos à defesa e continuaremos à defesa. O desinvestimento na ciência tem pouco de cego: o colectivo intelectual … Continuar a ler

Publicado em 5dias | 14 Comentários

Galeano, Ronaldo e o futebol

A polícia ocupou escadas e ainda estou a pensar na eliminatória que levará a selecção ao Mundial de Futebol. Vi muitas reacções e, por qualquer razão, a maior parte pode ser reduzida a isto: “eu quero que o futebol se … Continuar a ler

Publicado em 5dias | 1 Comentário

Das crises económicas, políticas, nacionais e federais

Moreover, they can also attempt to block in extremis inter-governmental resolutions in case of “threats to life and limb”. If GIIPS national governments do not do so, it is because they need to assume responsibility for decisions taken jointly by the European … Continuar a ler

Publicado em 5dias

Desistir de pensar: João César das Neves contra Hannah Arendt

Não dignificarei João César das Neves com uma resposta baseada em dados empíricos. Parece-me preferível observar a persona pública do ínclito professor. Tal como alguém que, há uns meses, falava nos pobrezinhos, esta persona encarna a expressão, tantas vezes mal usada (e nunca … Continuar a ler

Publicado em 5dias | 30 Comentários

Os nojentos de Washington

Há mais de um ano, sugeri que o FMI fosse dissolvido. Apesar de ser o elemento menos opaco e insidioso da troika – essa coroa está guardada para o BCE, o FMI é muito mais que um banco central. É … Continuar a ler

Publicado em 5dias | 6 Comentários