Aquivos por Autor: luismiguelrainha

Bananos Fedorentos

Primeiro, os Gato Fedorento não se venderam; alugaram uns sketches que foram travestidos em reclamos, com logótipos colados a cuspo às piadas e pronto. O dispositivo era cómodo e até prémios de criatividade rendeu (pasme-se). Mas o lado negro tem … Continuar a ler

Publicado em 5dias | 6 Comentários

Tortura à Democracia

O início da entrevista de Sócrates à Antena 1 cirandou em torno do livro lançado na esteira do famoso mestrado parisiense. Às perguntas da respeitosa jornalista, lá foi ele respondendo com um rosário de inanidades; fraquito, para quem terá passado … Continuar a ler

Publicado em 5dias | 4 Comentários

Ir ao engano

Os media estão nas mãos da Esquerda. Este mantra enche há anos a boca e a prosa de quem se sente encafuado numa maioria amordaçada. Custa imaginar Balsemão de punho erguido e T-shirt do Che; mas a visão de redacções … Continuar a ler

Publicado em 5dias | 6 Comentários

Dar com os pés na ponte (ou lá como é agora o mui motivante slogan da CGTP)

Foi uma grande ideia, reivindicar a ponte 25 de Abril como palco para a próxima grande manifestação de repúdio pelo assalto que nos destrói. De uma só pedrada, assusta-se o Coelho, lança-se uma inovação no difícil mercado dos protestos e … Continuar a ler

Publicado em 5dias | 1 Comentário

A química do mal

Um país do Médio Oriente ataca civis dentro do que proclama serem as suas fronteiras, com uma substância muito peculiar. Este produto químico não é, tecnicamente falando, “tóxico”, pois não se limita a envenenar quem o inspira; incendeia-se em contacto … Continuar a ler

Publicado em 5dias | 12 Comentários

Cera nos ouvidos do Big Brother?

Parece-me coisa simples dificultar os esforços dos big brothers digitais com que a NSA e outros cuscas nos querem espiolhar os mails. E que tal começarmos todos a enviar mensagens com um texto final que combina todas as palavras e … Continuar a ler

Publicado em 5dias | 2 Comentários

Um cromo tão cromo que nem para “lap dog” serviu

Má gestão. Nepotismo. Gastos sumptuários, sobretudo em popós de luxo. Pagamento de favores politicos com pilim alheio. Mil e uma formas de espatifar dinheiro e recursos de forma incompetente e despreocupada. Quem traçou este perfil do nosso “novo” ministro, Rui … Continuar a ler

Publicado em 5dias