Declaração do IDC sobre Gaza

10563055_10204771774884048_1335898282060089210_n“O Internacional Dockworkers Council (IDC) condena veementemente os ataques de Israel em Gaza, exige o fim imediato da ofensiva militar por parte do exército israelita e a intervenção do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas para pôr fim ao conflito.

O uso desproporcionado de força e a intensa intervenção militar lançada a partir do dia 8 de Julho de 2014, pelo governo Israelita, alegadamente em resposta ao disparo de foguetes por parte dos militantes palestinianos do Hamas, serviu de pretexto para a sua ofensiva terrestre na Faixa de Gaza, tem tido como alvo civis palestinianos, sendo que mais de 200 palestinianos já foram mortos e há mais de 1.400 feridos registados*. Sem sombra de dúvida a população da Faixa de Gaza, sujeita à escassez e à deterioração das condições de vida, é mais uma vez vítima de violência indiscriminada por parte do governo de Israel, com dezenas de milhares de pessoas deslocadas para o norte de Gaza.

A partir do IDC denunciamos a ocupação da Palestina por Israel e as agressões sofridas nas áreas da Cisjordânia, Jerusalém e Gaza. Apelamos para a mobilização da comunidade internacional e para um cessar-fogo que permita negociações de paz abrangentes e justas – incluindo o respeito pelas fronteiras de 1967, a retirada das tropas israelitas dos territórios palestinianos e o fim do bloqueio a Gaza.

Pelo IDC

Nota: Na próxima sexta-feira, dia 1 de Agosto, está marcado um dia de protesto internacional em defesa da Palestina e pelo fim do massacre em curso na Faixa de Gaza. Mais informações aqui, aqui ou aqui

* Números registados no início da operação. Hoje, infelizmente, manifestamente ultrapassados.

Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.