PROFESSORES: Big Brother is watching you?

big-brother-poster-feature Crato

Um episódio particularmente surreal passou-se comigo no dia da prova a 22 de Julho em Viseu. Quando um polícia estava a passar a multa (sem qualquer pré-aviso) a um colega nosso por ter no seu carro apitado perto das salas onde se realizava as PACCs, ao tentar, juntamente com mais professores, interceder a favor do nosso colega junto do polícia, a dado momento o polícia vira-se para mim e diz algo como:

– O André sabe que estiveram a fazer barulho à vontade à frente da escola mas buzinar no carro não podem.

Surpreendido pelo facto do polícia saber o meu nome, disse (ainda em tom de brincadeira):

– O sr. agente sabe o meu nome, estou a ver que sabe muita coisa…

Ao que o polícia responde:

– Sei isso e sei muito mais. Sei que não é a primeira vez que veio a Viseu.

Aí respondo já com um semblante mais pesado:

– Desculpe mas é a primeira vez que venho a uma manifestação a Viseu, as outras vezes foi por motivos pessoais…

Nesse momento o polícia (provavelmente percebendo que já teria falado demais) fica completamente atrapalhado e tenta mudar de assunto.

Felizmente várias pessoas estavam ao meu lado nesse momento e puderam ouvir na íntegra esta conversa… Ou seja, é verdade que já vários colegas me tinham avisado (na brincadeira ou não) que eu nos últimos meses (devido à luta dos professores) devia estar “a ser mais vigiado do que o 1º Ministro”… mas uma coisa é suspeitarmos outra é termos a confirmação que estamos a ser vigiados (o meu telemóvel já há uns meses que faz uns barulhos e ecos suspeitos). Torno esta situação pública para que pelo menos o nosso povo comece a saber e a perceber no tipo de sociedade em que já estamos a viver… onde começam a proibir direitos civis elementares (reuniões sindicais dentro das escolas, etc) e vigiam quem luta nomeadamente em defesa da Escola Pública mas a banqueiros e políticos corruptos nunca parecem vigiar, de outra forma não desapareceriam milhares de milhões de euros que tanto faltam na Saúde e Educação Pública…

Perguntam-me se não tenho medo? O meu maior medo é deixar uma sociedade cada vez mais sem direitos para os nossos filhos. E acredito profundamente que se juntarmos forças por nós e pelos nossos filhos nenhuma nova ou velha ditadura vencerá.

Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

6 respostas a PROFESSORES: Big Brother is watching you?

  1. ansomilo diz:

    Não nos intimidemos, embora vigilantes, pois eles andam por aí.

  2. Rafael Ortega diz:

    LOL

    Eu também sei o seu nome. Também sei que ia protestar nesse dia (basta ler o blog). Daí a descobrir uma foto sua na net deve ser um pulinho.

    Garanto que não o estou a vigiar, nem faço intenções disso.

    • pestanandre diz:

      Caro Rafael, se fosse só isso tudo bem (como pode ver no meu post). No entanto quando o polícia referiu sobre a minha estada em Viseu e sobretudo quando o “confronto” sobre nunca ter estado em Viseu em manifestações, a “cara” que o polícia fez (de quem já “falou demais”) foi revelador. Mas claro, se quiser continue a acreditar que este governo não é capaz de vigiar “os passos” nomeadamente dos professores que deram a cara nesta luta dos professores (que lhes provocou provavelmente uma das ou mesmo a maior derrota no último meio ano)… acredite se e no que quiser😉

  3. A escola pública, os alunos e o futuro de Portugal

    A discussão em torno da educação em Portugal é simultaneamente tanto um imperativo imposto pela necessidade quanto parece ser uma impossibilidade teórica, imposta pela análise prática quando considerado o caótico processo de discussão educacional que teve lugar nos últimos anos. Com efeito, o que se conclui – para além de que quando se fala desta temática, nada se consegue concluir – é que se discute cá fora o que deveria ser discutido internamente duvidando-se, e com fortes razões para isso, se a discussão que deveria ser feita cá fora, é ou não levada a cabo lá dentro. A primeira diz respeito ás carreiras e ao processo avaliativo, o segundo aos currículos, ao cheque-ensino – concorrência – e à disciplina na escola, entre outros.

    (…)

    http://pensamentoliberalelibertario.blogspot.pt/2014/07/a-escola-publica-os-alunos-e-o-futuro.html

    http://pensamentoliberalelibertario.blogspot.pt

  4. Luis Moreira diz:

    E ficamos a saber quão são espontâneos e apartidários os manifestantes que envergonham os professores

    • pestanandre diz:

      Caro Luís, sou professor desempregado (leccionei durante mais de 5 anos, tenho o ramo educacional e também o doutoramento em Biologia) e não tenho culpa (como outros milhares de professores) deste governo decidir aumentar o número de alunos por turma, fazer reformas curriculares antipedagógicas, mega-agrupamentos gigantes, etc ao mesmo tempo que atribui dezenas de milhões de euros a colégios privados. Por isso ajudei (juntamente com outros colegas) a dinamizar esta luta justa contra esta prova (esta sim que tenta envergonhar a classe docente). Nunca afirmei ser apartidário no entanto o Movimento Nacional de Professores Boicote&Cerco é apartidário (há professores simpatizantes de vários partidos diferentes mas a esmagadora maioria é apartidária) e os professores sabem que todas as decisões do Boicote&Cerco foram feitas em reuniões abertas com os professores de base (e não em nenhuma sede partidária como acontece em outros movimentos/sindicatos…). Por isso, este Movimento de professores tem conseguido realizar lutas mais consequentes e por isso tem irritado tanta gente…

Os comentários estão fechados.