O massacre continua…

Gaza

O país mais militarizado do mundo (Israel) continua a atacar e a testar novas armas no território mais densamente povoado do mundo (Faixa de Gaza). Nem as crianças escapam… e os governantes do Mundo “livre”?

http://mirelamonte.tumblr.com/post/91991843448/doctors-spooked-by-israels-mystery-weapon

http://videos.tf1.fr/jt-20h/2014/enfants-tues-a-gaza-le-bombardement-filme-par-une-equipe-de-tf1-8453439.html

Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

28 respostas a O massacre continua…

  1. Luis Moreira diz:

    É verdade, mas no avião que armas russas abateram estavam dezenas de crianças e centenas de inocentes. Ai, as saudades do sol do socialismo…

    • pestanandre diz:

      Caro Luis Moreira, sinceramente não percebi o seu comentário… desde quando é que defendi a parte com as “armas russas” no conflito actual na Ucrânia? Relativamente a esse avião atingido obviamente que condeno totalmente o sucedido.

    • imbondeiro diz:

      As armas russas umas vezes são péssimas e outras vezes são óptimas. Quando elas são utilizadas pelo “governo” de Kiev para retalhar à morteirada e em plena via pública centenas de civis em Donetsk e no Donbass, elas são óptimas; quando servem para os federalistas se defenderem das agressões assassinas dos afilhados da NATO e dos EUA, elas são péssimas. Essa dupla natureza já não se aplica às armas “made in USA”, pois essas, mesmo quando, nas mãos do IDF, servem para assassinar centenas de crianças, mulheres e homens na Palestina, são sempre óptimas, como óptimas continuam a ser quando a sanguinária de Al Sisi massacra o seu próprio povo com elas.
      Já agora, o que interessa no caso do MH17 não é se o míssil que alegadamente causou essa atrocidade era russo, chinês, francês ou norte-americano: o que interessa é quem o disparou. Se o senhor, mesmo antes de qualquer investigação digna desse nome ( e repare que eu falo de INVESTIGAÇÃO e não de desinformação vinda sempre do mesmo lado e que atinge sempre os seus objectivos, a saber: pôr as massas acéfalas que, “pardon my french”, esdruxulamente emprenham pelos ouvidos a salivarem o seu ódio canino por tudo aquilo que lhe apontem como o “inimigo” numa versão faroestica revista e reduzida pronta a ser consumida por retardados mentais crismada de “bad guys”), já tem a certeira e infalível nota de culpa formada e em bronze para todo o sempre lavrada, tenha a bondade de a tornar pública, visto que poupará tempo, dinheiro e, sobre tudo o mais importante, muita dor às pessoas que viram os seus entes queridos massacrados de forma completamente inconcebível.

    • Carlos Carapeto diz:

      “Luis Moreira diz:
      Julho 20, 2014 às 3:28 am

      É verdade, mas no avião que armas russas abateram estavam dezenas de crianças e centenas de inocentes. Ai, as saudades do sol do socialismo…”

      Se tem tantas certezas de quem derrubou o avião porque não entrega essas informações aos peritos que estão a fazer as investigações?

      Ajuda a poupar trabalho e dinheiro e ao mesmo tempo alivia o sofrimento das familias.

      Vá não seja cinico, revele tudo o que sabe.

      Podiam não ser continuamente dias de sol radiante, mas garanto-lhe que também não era o inverno rigoroso que estão agora submetidos .

      Em todos os países que faziam parte da URSS (e não só) todos os padrões de vida e desenvolvimento regrediram.

      PROVE QUE NÂO E ASSIM !!!

      Vocês precisam apanhar estes tabefes para deixar de propagar esse tipo de mentiras.

  2. Draterezaguilherme diz:

    Iço aguora não interessa nada.

  3. Jose Oliveira Sousa diz:

    Depois dos artigos de apoio a 100 % à actividades dos separaratistas pró-russos no Leste da Ucrânia e à aanexação “supersónica ” da Crimeia pela Federação Russa , estou à espera dos V/artigos de apoio ao derrube do avião Malaio no passado 17 de Julho na região de Donestk com 298 pessoas a berdo.

    Presumo que pelo V/artigos anteriores as vitimas eram todos agentes do imperialismo ou tropas SS de Hitler ????

    • pestanandre diz:

      Caro José, nunca escrevi nenhum artigo de apoio “à actividade dos separatistas pró-russos no Lesta da Ucrânia” e cada blogger do 5dias.net é responsável exclusivamente pelos seus artigos e não pelos artigos de outros bloggers.

  4. Mundo Livre é aquele que não tem que levar com a “esquerda” ?
    E já agora, porque o mundo não livre da esquerda está tão calado relativamente ao abate do avião da Malasyan ???

  5. Lino Jose diz:

    este pasquim komuna não escreve nem uma linha sobre o massacre cometido pelos prós-komunas sobre cidadãos inocentes ?

    • pestanandre diz:

      Caro Lino, já esclareci a outro leitor que condeno totalmente o sucedido ao avião. Simplesmente não tenho tempo para escrever sobre todos os temas importantes. Ao contrário de outros, como o Marcelo Rebelo de Sousa, não recebo nada para emitir a minha opinião😉

  6. imbondeiro diz:

    Israel não é o país mais militarizado do Mundo: Israel é o único caso no Mundo em que um exército é dono de um país. E devemos dizer que o exército israelita tem boas razões para massacrar os palestinianos: quando deixar de o fazer, vai massacrar o seu próprio povo numa daquelas sangrentas guerras civis em que os descendetes de Moisés sempre foram pródigos.

    • pestanandre diz:

      Caro Imbondeiro, até pode não ser o “mais militarizado” mas então diga-me qual o país que tem maior % de militares no activo e na reserva que Israel?

      • imbondeiro diz:

        Caro pestanandre, sem a mínima acrimónia, terá compreendido o meu comentário? É que ele vai um pouco mais longe do que a sua acusação de militarização do Estado de Israel, pois o que pretendi dizer é que a sociedade israelita ( com raríssimas excepções de alguns dos seus mais lúcidos e corajosos cidadãos) é, ela própria, um gigantesco exército de agressão. Não é impunemente que toda uma sociedade vive por mais de meio século num ambiente de guerra constante: a violência e o ódio ao “outro” entranham-se de tal maneira que se tornam a própria natureza da grei, neste caso da grei israelita. Saudações.

  7. Argala diz:

    As carpideiras estão ao rubro..

    Enquanto os meninos laboravam a sério, em comoventes arruadas com velinhas, choros e gritos, os malvados serviços de inteligência sírios em cooperação com o Irão e a Resistência Nacional Libanesa entretinham-se com coisas absolutamente insignificantes como colocar o armamento necessário à dissuasão militar nas mãos das Brigadas Al-Qassem e Saraya al-Quds. Aqueles malvados ‘djitadoris’ realmente não têm mais nada onde gastar os dinheiros públicos.

    Quando é que convidam o Svoboda para uma conferência em Lisboa?

  8. Argala diz:

    Pois é,

    Ora oiça o que diz o Ahmed Jibril: https://www.youtube.com/watch?v=9wWODdCgwOk

    Enquanto suas excelências andavam a passear por Lisboa com bandeirinhas coloniais francesas e a convidar os ratos da NATO para conferências.. sua malvadeza, o Presidente da República Árabe da Síria, dava ordens para que se aperfeiçoassem os mísseis da resistência e se fizessem chegar a Gaza num esquema que ia de Khartoum até aos túneis do Hamas.

    Sua malvadeza, o Presidente Bashar Al-Assad é responsável pelo facto dos mísseis do Hamas hoje poderem fechar o espaço aéreo israelita. Sua malvadeza, o Presidente Bashar Al-Assad, pôs o Hamas e a Saraya Al-Quds a treinar na Síria, e o seu cluster militar em Jamraya (o mesmo que foi bombardeado por Israel) a trabalhar para melhorar os rockets.

    Vossemecês gemem e choram por Gaza.. mas são cúmplices da barbárie..

    • pestanandre diz:

      Caro Argala, tem que explicar melhor onde e quando andei a “passear por Lisboa com bandeirinhas coloniais francesas e a convidar os ratos da NATO para conferências”? Se calhar está a confundir-me com outra pessoa.

        • pestanandre diz:

          Caro Argala, continua a não explicar onde e quando alegadamente andei a “passear por Lisboa com bandeirinhas coloniais francesas e a convidar os ratos da NATO para conferências”? … o link que colocou tem afirmações como “Não à intervenção imperialista!” e “Por mobilizações de apoio em todos os países à revolução síria e contra os planos de invasão imperialista!”, deveria explicar mesmo como isso é “passear por Lisboa com bandeirinhas coloniais francesas e a convidar os ratos da NATO para conferências”… !?!

          • Argala diz:

            O link explica tudo.

            O rato da NATO chama-se Abu Maen. As bandeiras coloniais francesas andaram com vossas excelências nesse dia, assim como andam pelo vosso site, a marcar aquilo que chamam de “revolução”. A NATO nem precisou de colocar lá os seus soldados para fazer guerra a um dos poucos países árabes que serve de travão à expansão imperialista e o único que apoia a resistência palestiniana e libanesa com armamento, dinheiro e bases operacionais. Os mísseis M-302 que neste momento a resistência em Gaza dispara contra Israel, e que atingem 110 Km, são de produção síria.

            Vocês têm vindo a acompanhar as dinâmicas imperialistas desde há já algum tempo. Na Venezuela, Líbia, Síria e agora na Ucrânia. E não há um pingo de análise marxista nos vossos textos, e usam os termos políticos como ‘democracia’ e ‘ditadura’ de forma vazia, tal como o inimigo, tal como os liberais. Como se ‘democracia’ e ‘ditadura’ não fossem duas coisas que coexistem consoante a classe que manda. Como se na fase superior do capitalismo não houvessem outros níveis de contradições, como Lenine explicou. Níveis de contradições que poderão levar diferentes burguesias a entrar em confronto, que é basicamente o que se passa.

            Eu continuo a achar, como já escrevi, que quem vos manda escrever e fazer estas coisas não pode ser assim tão estúpido. Isto tem que ser mesmo mal intencionado. Vocês são um embuste autêntico. Espero que não enganem mais ninguém e não absorvam mais militantes válidos para a luta revolucionária. Felizmente os vossos únicos quadros decentes já vos abandonaram.

            Vocês não têm vergonha dos cartazes que andam a meter na rua?!?! Parecem saídos da revista maria?!?!

          • pestanandre diz:

            Caro Argala o link continua a não explicar nada do que afirmou… e agora já faz outro tipo de acusações graves, diz que o Abu Maen é da CIA e as provas? É que de outra forma lembra o velho método estalinista de tentar acusar os outros com calúnias infundadas (ex: processos de Moscovo) onde todos os dirigentes do Partido Bolchevique (que ajudaram a fazer a revolução de Outubro de 1917) foram acusados infundadamente (menos o próprio Estaline infelizmente apoiado acriticamente pela esmagadora maioria dos partidos comunistas em todo o mundo). Mas na realidade o seu “maior” desconforto é com o Movimento Alternativa Socialista (MAS) a quem dedica mais texto e até reconhece que já se deu ao trabalho para escrever em outras ocasiões (tem razões para isso, porque como sabe e ao contrário do que escreve, o MAS continua a crescer). No entanto mais uma vez as suas acusações ao MAS misturam calúnias com fantasias. Já que o Argala tem tantas certezas sobre o MAS talvez pudesse responder a 2 simples questões:
            1) se o MAS é tão “amigo” da CIA porque este foi o único partido em Portugal a denunciar ter sido contactado pela embaixada dos EUA?
            http://www.mas.org.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=524:embaixada-dos-eua-solicitam-audencia-com-o-mas&catid=86:nacional&Itemid=537

            2) se o o MAS é tão amigo do “imperialismo” porque foi o único partido em Portugal que o regime obrigou a recolher o dobro das assinaturas necessárias?
            http://mas.org.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=556%3Adenunciamos-tribunal-constitucional-recusa-registo-do-mas-por-razoes-politicas&catid=87%3Amas&Itemid=591

            p.s. Eu, como um grande “amigalhaço” da CIA, dou a cara e o meu verdadeiro nome e não tenho problemas em publicar o seu post calunioso (quem não deve não teme).Curiosamente, quem acusa os outros serem da CIA, são os mesmos que não dão a cara nem o seu nome verdadeiro. Assim se vê…

    • Carlos Carapeto diz:

      Argala, estás a ironizar ou a dizer aquilo que pensas ?

      A coisa é bastante séria para ser explicada com leviandades.

      Porque ao contrário daquilo que dizem as alminhas bem intencionadas, não se trata de uma guerra, mas sim de uma agressão genocida brutal.

      O que se passa em Gaza é de uma monstruosidade de tal ordem que devia envorgonhar qualquer pessoas decente .

      • Argala diz:

        Tens razão. É apenas um estilo.

        É um genocídio total sim. Israel não está a atacar alvos militares porque isso é complicado. Os misseis estão escondidos em profundidade e é complicado serem detetados e destruídos. Israel teria que entrar e combater no terreno, mas isso eles não querem…

        Cumprimentos

  9. Carlos Carapeto diz:

    “ e agora já faz outro tipo de acusações graves, diz que o Abu Maen é da CIA e as provas?”

    André, . por vezes até concordo com algumas posições do seu grupo inerentes à situação politica do nosso país, outras identifico-me com elas só não as posso “ subescrever “ por serem totalmente vazias de conteúdo ideológico e qualquer proposta de carater social desprovida desse valor comporta sempre alguns riscos de oportunismo.

    Já no plano de politica internacional confesso, estamos nos antípodas.

    Pergunto; que garantias tem para afirmar que este Abu Maen não está ao serviço das potencias da NATO que tentam apoderar-se da Síria para descomprimir a situação em torno de Israel com o objetivo de avassalarem o Irão , dominarem a rica bacia de hidrocarbonetos do Cáspio submeterem a Ásia Central à sua órbita e assim se acercarem das fronteiras da Rússia e da China desestabilizando-a através das conturbadas províncias do Tibete e do Xinjiang Uyghur ? Até parece que não sabe para que serviram as invasões falhadas do Afeganistão e do Iraque ?

    É do conhecimento geral que o grupo que este Abu Maen pertence se encontra sediado na região de Alepo.

    Falta o André esclarecer de onde recebem os apoios ? Ou quando são acossados por o exercito Sírio em que país procuram refugio ?

    André talvez fosse conveniente não atirar pedras ao ar nesta direção na medida em que a ala politica com que se identifica tem telhados de vidro muito frágeis.

    Pretende que lhe lembre a posição que tomaram quando da agressão da NATO à Líbia ? E agora já está tudo do vosso agrado? Silenciaram-se vergonhosamente!

    Porque não manifestam neste momento a vossa solidariedade para com o povo martir da Líbia ?

    Este Abu Maen é outro Khaled Meshal, esteve vários anos exilado na Siria sob a proteção dos Assad e quando começou o conflito virou-se contra os “patronos” , atravessou o território Israelita com destino a Gaza sem quaisquer restrições com direito a proteção especial.
    Se não são agentes da CIA são-no de outra congénere qualquer.

    “É que de outra forma faz lembra o velho método estalinista de tentar acusar os outros com calúnias infundadas (ex: processos de Moscovo) onde todos os dirigentes do Partido Bolchevique (que ajudaram a fazer a revolução de Outubro de 1917) foram acusados infundadamente (menos o próprio Estaline infelizmente apoiado acriticamente pela esmagadora maioria dos partidos comunistas em todo o mundo).”

    O André subiu ao cadafalso !

    Quanto a isto desejo lembrar-lhe que nunca existiu Estalinismo, isso é uma falsidade monstruosa que já perdeu a validade. Há sim Marxismo/Leninismo o resto é revisionismo ao serviço da burguesia.

    Quanto aos processos de Moscovo, já está devidamente documentado que Trotsky no exterior, Bukarine Tukhachevsky e o seu grupo no interior conspiravam na sombra para tomarem o poder , além de manterem contatos com os serviços secretos nazis.

    Leia:

    Um____http://iglusubversivo.wordpress.com/2012/06/01/discurso-do-anticomunismo/

    Dois____ http://blogdomaurelio.wordpress.com/2011/07/21/1964/

    Quer mais ?

    Quer lhe diga quem foram os responsáveis por o desastre do Vístula?

    Quem ordenou a brutal repressão contra a revolta dos marinheiros do Kronstadt e dos camponeses de Tambov ?

    Sim; esse “senhor” que serve de guia espiritual para uma certa esquerda revisionista permitiu que fossem usados gazes venenosos para desalojar os camponeses que se refugiaram nas florestas.

    Por esse facto( crimes de Tambov ) foi destituído do cargo de Comissário do Povo para a Guerra e a partir daí nunca mais voltou a ocupar cargos de responsabilidade dentro do governo e do partido.

    Prove que não foi assim ?

    André já lá vai o tempo que falar de Estaline era considerado um anátema que dava passagem direta e imediata a um lugar nas profundezas do inferno da politica.

    Sobre isso não deixo escapar uma “graçola” de um “senhor professor” da sua lavra politica quando me questionou com + – isto.

    “Negar Kengir é o mesmo que dizer que Auschwitz nunca existiu “ .
    O pobretana apesar de ser professor nem sabia que Kengir foi um campo de concentração de criminosos de guerra Ucranianos das hordas nazis Banderistas ( sim; os mesmos que hoje estão a infernizar a vida do povo Ucraniano).

    O miserável politico “politico nada mais” engoliu a peta do livro do filo nazi Soljenitsin “O Arquipélago de Gulag “ alguém que enalteceu em livros as “façanhas” dos crimes nazis.

    • pestanandre diz:

      Caro Carlos,
      de facto temos importantes diferenças (mas lido bem com a diferença e respeito naturalmente as suas posições). Os links que envia remetem para um professor de história que não coloca provas independentes nas teses que afirma e insinua que todo o antigo Comité Central do Partido Bolchevique (que ajudou a fazer a revolução) estaria a conspirar contra a URSS (só o puro Estaline não o fazia…). Se quiser continue a acreditar nisso…
      Mas tentando responder a algumas das suas questões:
      1) O Carlos pergunta “que garantias tem para afirmar que este Abu Maen não está ao serviço das potencias da NATO… “ Carlos, a questão deveria ser feita ao contrário: que garantias provas tem para dizer que Abu Maen é um agente da CIA? É que normalmente uma pessoa deve ser considerada inocente até prova em contrário (até aqui temos diferenças importantes no método). Se o Abu Maen estivesse ao serviço da NATO porque este denuncia: “O povo sírio também está contra o governo provisório formado recentemente pela Coligação Nacional Síria, na Turquia, para coordenar o rumo do país. Trata-se de um [Governo] fantoche dos Estados Unidos da América”? Os apoios que estes recebem são poucos (e claramente não do imperialismo) como está explicado no artigo: http://www.mas.org.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=731:povo-sirio-luta-por-liberdade-e-democracia-e-contra-a-ditadura-de-bashar-al-assad&catid=106:medio-oriente&Itemid=546

      2) Depois escreve “Pretende que lhe lembre a posição que tomaram quando da agressão da NATO à Líbia ? E agora já está tudo do vosso agrado? Silenciaram-se vergonhosamente! “ Não reivindico o estado actual da Líbia mas outra coisa é defender o antigo ditator Khadafi (como pelos vistos o Carlos defendia). É curioso que faça essa observação precisamente quando os EUA retiram a sua embaixada da Líbia: http://brasil.elpais.com/brasil/2014/07/26/internacional/1406397214_365703.html

      Ou seja, insinua que o imperialismo esteve por trás de toda a revolta na Líbia contra o Khadafi mas agora é o próprio imperialismo/EUA a tirar desse país o seu pessoal por falta de segurança… afinal terá sido mesmo o imperalismo a desencadear toda a revolta líbia? Se sim, porque tem que sair agora?! E já agora, porque diz que o imperialismo esteve por de trás da chamada Primavera árabe na Líbia e na Síria e no Egipto foi a favor ou contra as manifestações que varreram o ditador egípcio do poder?
      3) O Carlos, depois escreve: “Quanto a isto desejo lembrar-lhe que nunca existiu Estalinismo, isso é uma falsidade monstruosa que já perdeu a validade. Há sim Marxismo/Leninismo o resto é revisionismo ao serviço da burguesia.”. É curioso escrever isso porque isso é o que os principais “fazedores de opinião” da burguesia defendem,não distinguindo Leninismo do Estalinismo por exemplo no livro assumidamente anticomunista “O livro negro do Comunismo”. Mais uma vez pode explicar porque até aqui tem uma posição semelhante a estes notáveis anticomunistas? http://pt.wikipedia.org/wiki/O_Livro_Negro_do_Comunismo
      4) Se acredita mesmo no que escreveu: “Quanto a isto desejo lembrar-lhe que nunca existiu Estalinismo, isso é uma falsidade monstruosa que já perdeu a validade. Há sim Marxismo/Leninismo o resto é revisionismo ao serviço da burguesia” pode explicar porque entre o tempo do Lenine e do Estaline no poder pelo menos em 4 questões importantes foram claramente opostas? Por exemplo na democracia interna no partido (o Lenine defendia o direito a tendência e fracção, o Estaline aboliu totalmente), culto de personalidade (o Lenine não o defendia, o Estaline fomentou isso totalmente), direito dos homossexuais (durante o tempo do Lenine foram pela 1ª vez atribuídos direitos, durante o tempo do Estaline foram retirados esses direitos) e na questão da Internacional comunista, no tempo do Lenine (porque era um verdadeiro marxista “Proletário de todo o mundo uni-vos” houve congressos da III Internacional anuais, 5 congressos de 1919 a 1923, depois do Estaline tomar o poder, só houve um congresso em 1928, outro em 1935 e depois extinguiu a Internacional em 1943…) Mais uma vez, apenas com estes exemplos (há muitos mais) assim se vê que nunca existiu estalinismo?!? (ou seja, algo completamente diferente do leninismo?)…

      5) Tem tanta lógica que Trosky era um agente dos nazis como revela a sua vida, em que teve que fugir de país em país (curiosamente nunca nenhum ocupado pelo nazismo) até ao México com uma protecção tão amadora que o agente estalinista o conseguiu matar pelas costas com uma picareta… E mesmo assim deu-se ao trabalho de reconstruir a IV Internacional nunca defendendo o fim da URSS mas apenas do estalinismo que representou uma golpe contra-revolucionário (por isso o Estaline teve que eliminar todos os camaradas dirigentes do Comité Central do partido Bolchevique que ajudaram a fazer a revolução de Outubro). Comprovadamente o único que estabeleceu um acordo com o nazismo foi precisamente o Estaline, com o pacto Molotov-Ribbentrop.

      Mas se calhar tudo isto que escrevi é da “propaganda burguesa” como também se calhar actualmente na Coreia do Norte não existe um regime ditatorial de partido único em que o poder passa de pai para filho e simultaneamente dirigentes do PCP convidam para as festas do Avante e outros dirigentes chegam a dizer que têm dúvidas que a Coreia do Norte não seja uma democracia…!?!?!?
      http://www.dn.pt/inicio/tv/interior.aspx?content_id=1270271&seccao=Media

      Consegue explicar, respondendo a estas 5 questões (ou pelo menos à questão nº4)?

  10. Argala diz:

    André Pestana,

    Eu não calunio ninguém. Eu limito-me a ler as vossas posições e a fazer a lógica leitura política: vocês acompanham as dinâmicas imperialistas. Isso é claro como água. Vocês convidaram um “rebelde”, isto é, um opositor à República Árabe da Síria num contexto concreto de guerra imperialista, e passearam a bandeira colonial francesa do mandato da Síria. Símbolo recuperado pelo imperialismo para a ofensiva. Factos, e sobre isso não há réplica.

    Por isso deixe lá as novelas. A CIA tem muita gente no terreno, não precisa de vocês para nada, mesmo que queiram prestar-se a esse papel. A novela são textos absolutamente lunáticos como este:

    http://www.mas.org.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=635:10-questoes-fundamentais-para-compreender-a-revolucao-siria&catid=106:medio-oriente&Itemid=546

    E são textos como este que têm de ser discutidos.

    É tamanha a alucinação que não pode ser inocente. É demasiado mau para ser inocente. Qualquer tótó com vagos conhecimentos sobre o que se passa na zona percebe que ali há gato. As seguintes patacoadas que vêm da América Latina passam em que crivo?! Isto é lido antes de ser publicado?!

    “A política do imperialismo tem apenas um objetivo estratégico: evitar que as massas derrubem Assad”

    “8) Porque é que o Hezbollah invadiu a Síria?

    O Hezbollah é um partido-exército burguês. Como tal, por sua natureza de classe, em última instância, é uma organização contrarrevolucionária, isto é, burguesa, capitalista. Representa os interesses políticos e económicos de uma poderosa fração da burguesia libanesa atrelada diretamente ao capital iraniano. O Hezbollah intervém no conflito porque seu suprimento de armas e dinheiro vindos do Irão passa pela Síria, e a queda do regime poderia colocá-lo numa situação delicada dentro do Líbano.

    Por outro lado, é quase natural que o Hezbollah intervenha nesse conflito a favor da ditadura de Assad, pois não pode permitir que forças políticas e militares com uma ampla base social e popular (e com aspirações democráticas), como o ELS, ameacem sua hegemonia política assentada no discurso de resistência árabe contra o imperialismo. Isso enfraqueceria muito suas posições políticas.”

    “Em contrapartida, o ELS tem um maior enraizamento no seio da população, o que lhe dá a sustentação social e política que as milícias salafistas muitas vezes não têm. O Exército Livre da Síria é, portanto, uma frente militar laica formada maioritariamente por sírios desertores do Exército regular, por civis que perderam tudo na guerra e aderiram à revolução e também por todos os setores que impulsionaram a revolução pela via das grandes mobilizações, como os Comitês de Coordenação Locais, que foram obrigados a defender-se e por isso muitas vezes armaram-se.”

    Passagens como estas há ao pontapé. A ditadura de Assad e o partido-exército burguês não ficam mal acompanhados pelo menos. A resistência em Gaza conta com eles, e não convosco.

    • pestanandre diz:

      Caro Argala e porque não respondeu às 2 simples questões que lhe tinha feito anteriormente?

      E já agora, porque o Bashar al-Assad não teve problemas em bombardear civis sírios mas por acaso conhece um único disparo contra Israel?

      ou porque as revoltas na Líbia e na Síria são alegadamente impulsionadas pelo imperialismo (e por isso condena-as) e as revoltas no Egipto não são (e por isso já as apoia)? Será “alucinação” (já que gosta tanto de usar estes termos)?

      • Argala diz:

        Caro André Pestana,

        Essas duas questões são irrelevantes para o que estamos a discutir. Isso é espuma.

        “E já agora, porque o Bashar al-Assad não teve problemas em bombardear civis sírios”

        É uma guerra, e o Exército Árabe da Síria tem que combater em zonas onde há civis.

        “mas por acaso conhece um único disparo contra Israel?”

        Conheço.
        Quem é que combateu Israel em 1973? e em 1982? Quem é que protegeu Beirute e as posições da resistência contra Israel e a falange libanesa? Onde era a base operacional do Hamas até maio de 2011? Quem é que garante o armamento do Hezbollah? E da Saraya Al-Quds? e das FPLP-CG?

        Como já referi aqui, os mísseis de maior alcance que as Brigadas Al-Qassam têm neste momento são de fabrico sírio, e foram entregues à resistência pelos sírios. Em julho de 2006, a surpresa que estava reservada aos sionistas eram os mísseis anti-tanque Kornet que os sírios entregaram ao Hezbollah. Leia o que diz Nasrallah: https://www.youtube.com/watch?v=rp0Cf7oJ1pc

        A República Árabe da Síria,com todos os seus defeitos, é um pilar da resistência. E vocês querem virar o bico ao prego. Numa guerra imperialista, posicionaram-se ao lado do império – porque era o império que estava no terreno a disputar o poder e não uma força revolucionária. E é isto que não conseguem escamotear.

        As revoltas no Egipto e na Tunísia foram isso mesmo.. revoltas. No Egipto preservaram-se as estruturas de poder, e procuraram-se novos arranjos e alianças para manter tudo na mesma. E o que é a Tunísia hoje?

        Cumprimentos

        • pestanandre diz:

          Caro Argala, quem 1º escreveu coisas como: “O rato da NATO chama-se Abu Maen.” e “Vocês têm vindo a acompanhar as dinâmicas imperialistas desde há já algum tempo.” foi o próprio Argala e pelo menos tem que reconhecer que NATO e imperialismo tem tudo a ver com os EUA, ou não? Por isso a questão pertinente que lhe fiz sobre o MAS ter sido o único partido em Portugal a denunciar ter sido contactado pela embaixada dos EUA
          http://www.mas.org.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=524:embaixada-dos-eua-solicitam-audencia-com-o-mas&catid=86:nacional&Itemid=537

          Mas entendo que não queira responder…

          Depois relativamente à outra questão que lhe fiz, “E já agora, porque o Bashar al-Assad não teve problemas em bombardear civis sírios mas por acaso conhece um único disparo contra Israel?” Não se esqueça que o Bashar al-Assad chegou a Presidente apenas no ano 2000 e desde aí apesar do martírio dos palestinianos continuar e continuar a ter território Sírio ocupado (montes Golã), o Bashar al-Assad ordenou um único disparo contra Israel? ou então (se quiser recuar mais um pouco no tempo e para não dizer que o meu problema é “pessoal” com o actual Presidente) porque o mesmo regime Sírio em 1976, quando ocupou o Líbano com o objetivo de derrotar o movimento nacional palestino, que lutava contra Israel, os Assad contaram com o respaldo direto de Washington e Tel Aviv? Argala, será certamente mais “espuma”, sobretudo para quem acusa os outros de serem agentes do imperialismo/NATO (sem provas claro) mas não dá nem a cara nem o nome verdadeiro…

Os comentários estão fechados.