CDS: um epitáfio para o «Partido dos Contribuintes»?

mota_soares.pagina

Com a aprovação da nova Contribuição de Sustentabilidade (CDS), que vem substituir a Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES), o Ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, Pedro Mota Soares (do CDS-PP), afirmou na conferência de imprensa após a última reunião do Conselho de Ministros que «95% dos pensionistas da Segurança Social e 87% dos pensionistas da Caixa Geral de Aposentações ficam excluídos de qualquer contribuição». Na verdade, o que isto significa é a tentativa de transformar em permanente, pelo menos para alguns, a chamada «contribuição de sustentabilidade», que supostamente seria uma medida transitória e de emergência.

Se o Tribunal Constitucional considerar isto inconstitucional, sugiro a mudança do nome do partido de CDS-PP para CDS-CES.

Mais comentários para quê?

Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.