Itinerário Histórico do 25 de Abril

Visite os principais locais da Revolução de 74 na companhia de historiadores e alguns dos protagonistas do 25 de Abril.
Dias 7 e 8 de Junho, 5 e 6 de Julho. Em Lisboa, Porto, Santarém e Peniche.
No âmbito das comemorações oficiais do 25 de Abril – 40 anos. Com Otelo Saraiva de Carvalho, Mário Tomé, Isabel do Carmo, José Galamba, Jerónimo Franco, Cruz Oliveira e muitos outros.
A participação está aberta a todo o público e é gratuita.
A todos os participantes será oferecida uma brochura/mapa e um conjunto de réplicas da época de fotografias, autocolantes, panfletos.

image_mini

 

No dia 25 de Abril de 1974 a ditadura do Estado Novo de Salazar e Caetano foi derrubada por um golpe de oficiais das forças armadas – o Movimento das Forças Armadas (MFA) – que se recusavam a continuar a guerra colonial (1961-1974). De imediato, e contra os apelos dos militares que dirigiram o golpe, começa um processo revolucionário que ficará mundialmente conhecido como Revolução dos Cravos, marcado naqueles primeiros dias sobretudo por uma ampla participação popular dirigida aos símbolos do antigo regime (Governo, quartéis militares, comunicação, aeroporto, sede da polícia política, sede da Censura, prisões).

O “Itinerário do 25 de Abril” propõem-se seguir estes passos. Os passos de um golpe militar bem preparado, executado praticamente sem mortos e feridos (houve quatro mortos provocados pela polícia política em Lisboa). Estes dias foram testemunho de actos militares e civis de imensa, coragem e solidariedade, que são parte da história do País. O passeio será acompanhado por testemunhos militares e civis, protagonistas anónimos e célebres deste período, bem como por historiadores que guiarão os participantes no Itinerário, que irá ser realizado em Lisboa, Porto, Peniche e Santarém, em dois fins-de-semana, nos dias 7 e 8 de Junho, 5 e 6 de Julho. Este evento livre convida à participação de todos – miúdos, graúdos, curiosos, especialistas – para uma caminhada com história. Mais próximo das datas será distribuído um roteiro de apoio, com informação útil sobre os locais, horários, historiadores e testemunhos que irão participar no percurso. Integrado no Itinerário do 25 de Abril, será ainda publicado um pequeno livro que se oferecerá como registo dos roteiros desenhados e que contará com apontamentos históricos, imagens da época e testemunhos de quem fez e presenciou a revolução de Abril.

Porque o 25 de Abril foi sobretudo um acontecimento do povo, convocam-se todos os que o viveram a partilhar o que viram nesses primeiros dias da revolução. A organização apela a que se deixe um testemunho escrito e que se partilhem imagens num blogue inaugurado para o efeito, “O que viste no dia 25 de abril?“.

O Itinerário do 25 de Abril é comissariado pelo Arquitecto José Mateus, tem a coordenação científica da Historiadora/Investigadora Raquel Varela e a orientação pedagógica da Professora/Artista Susana Gaudêncio.

Conheça o itinerário e o programa

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.