Massacre em Odessa, mais de 30 anti-fascistas assassinados por gangs nazis

MassacreOdessa_BmpXVSAIYAAiQvi

Sede dos Sindicatos em Odessa incendiada por gangs nazis

Mais de 30 activistas anti-fascistas foram mortos hoje em Odessa. Os relatos da Reuters, RT e do Ministério do Interior da Ucrânia afirmam que 30 morrerem queimados e sufocados na sede do Sindicato e 8 morrerem a pular das janelas…

Os activistas anti-junta de Kiev tinham um acampamento montado junto a esse edifício há algum tempo, hoje foram atacados por gangs neo-nazis, hooligans ligados a claques de futebol e outros apoiantes da junta fascista. Nos confrontos que se seguiram os anti-fascistas refugiaram-se na sede do sindicato que foi depois incendiada pelos gangs nazis (aqui, aqui e aqui).

Acampamento dos activistas anti-fascistas dois dias antes do massacre

Acampamento dos activistas anti-fascistas dois dias antes do massacre

Também hoje a junta fascista lançou um ataque à cidade de Slaviansk, desta feita com tropas vindas de Lvov (bastião nazi, onde este fim de semana se realizou uma marcha em honra da divisão de voluntários da SS Ucranianos que combateu ao lado dos nazis na II Guerra Mundial). Dois helicópteros foram abatidos pelas milícias e a população impediu o avanço de várias colunas de veículos blindados, num desses encontros um cidadão de Slaviansk foi atropelado pelas tropas ao serviço da junta (aqui, aqui e aqui) … Há relatos de vários mortos e feridos, mas a cidade ainda resiste à agressão nazi-fascista (aqui, aqui e aqui).

A Guerra Civil já começou há mais de duas semanas (aqui), no entanto até agora o conflito era de “baixa intensidade” (embora não passe um dia sem haver prisões, sequestros, tiros, recriminações e vários confrontos) …. Mas era apenas uma questão de tempo até ocorrer um massacre, hoje foi o dia. O “Massacre de Odessa” ficará para a História e a Guerra Civil vai intensificar-se.

Tudo isto acontece um dia depois do FMI ter aprovado o empréstimo de 17 biliões de dólares para a Ucrânia. A junta fascista e os seus apoiantes tentam “limpar a casa” para abrir as portas ao FMI e à UE.

Aconselho vivamente a leitura dos meus anteriores textos acerca do conflito, neste artigo tenho um resumo e ligações de todos eles.

Eterna Glória aos Mártires de Odessa!

Abaixo a Junta Fascista e os seus patronos imperiais Nato+FMI+UE!

 

Esta entrada foi publicada em 5dias com as etiquetas . ligação permanente.

38 respostas a Massacre em Odessa, mais de 30 anti-fascistas assassinados por gangs nazis

  1. Argala diz:

    Voluntários e armas para as Repúblicas Populares do Leste da Ucrânia..

    • Armando Cequeira diz:

      Receio que eles acabem por se ver abandonados e massacrados. Lembremo-nos dos Republicanos e a guerra civil espanhola.

      • Francisco diz:

        Pá até pode ser. Mas parece-me que não. Existe uma enorme fronteira entre a Ucrânia e a Rússia e mesmo que a Rússia não intervenha oficialmente milhares de voluntários e organizações não governamentais Russas vão apoiar a insurreição. Para além disso, mesmo que a curto prazo a corrente agressão nazi até abafe a revolta, vai criar um enorme ressentimento e virar decisivamente a população do leste e sul contra a junta. E o leste e o sul são as zonas mais ricas e populosas da Ucrânia.
        Agora que isto pode levar muito tempo e pode até ser mais sangrento que a Jugoslávia (ver aqui)? Há isso pode…

      • imbondeiro diz:

        Não diga isso. A Espanha Republicana ficava muito longe das fronteiras da URSS; a Ucrânia está encavalitada na fronteira da Federação Russa. Além disso, Vladimir Putin joga xadrez, enquanto o Obama joga, e mal, a bisca lambida. A médio e longo prazo, mal a maioria do povo ucraniano se aperceba do que significa para a sua vida a fraterna ajuda monetária do braço financeiro-terrorista do Ocidente (falo do FMI, claro está), vai rezar a todos os santinhos para que a Federação Russa passe uma condescendente esponja sobre as suas pretéritas ofensas. Aí, é bom que a Junta de Kiev se ponha a milhas e se esconda, bem escondida, num qualquer exílio dourado lá nos “States”, caso contrário ainda acaba toda a servir de cata-vento na ponta de uma corda na mesmíssima praça onde começou a sua sanguinária saga. Saudações.

  2. rus diz:

    Quando OS RUSSOS fizerem uso do famoso R2P,é só 2 dias até chegarem a Varsóvia(…)

  3. Há que seguir a mesma metodologia, deita-se fogo e pronto, problema resolvido!

    • Francisco diz:

      Há situações, em que por muito duro que pareça, tem de ser assim. Estamos a lidar com cães raivosos que aplaudiam enquanto a malta pulava a arder das janelas. Cães raivosos desses é para abater e mais nada… é triste mas é assim mesmo, é uma questão de sobrevivência

  4. Jornalistas do caralho diz:

    A Rússia tem que enfrentar esta guerra levada a cabo pela NATO/EUA/UE , com guerra!Só assim , as elites(bandidos,banksters) compreendem a ‘lógica’.Nós,as ovelhinhas,q compulsivamente votamos na maior escória da sociedade,os BANKSTERS/PSD/PS/CDS e tutti quanti lumpen, iremos compreender(????), o que é a História.Sem benficas,malficas,puortos ou lagartos,ou os senhores dos aneis.
    ‘Portantos’,preparem-se.A nossa hora está a chegar,por termos sido tão,tão pragmáticos,para com o Crime doCapitalismo (O jardim gonçalves , sai em grande e pede desculpa aos amigos dele q foram fodidos por ele-e , porém ,nós vemos , tal e qual como as ovelhas no redil).
    Estamos na esquina duma nova era,cujo parto vai ser fodido….

    P.S.:
    disse-me um passarinho q a corveta,ou o caralho ,americana no Mar Negro,no inicio de Abril(sim,q sa foda o acordo ortográfico!)q foi sobrevoada por um avião russo desarmado!) ficou sem energia e controlo das suas armas, só, voltando,qdo o avião desapareceu!15 a 20 membros da tripulação,já em terrra no estado vassalo da roménia(portugal,está ao mesmo nível )pediram a rescisão do contracto….
    But last,but not the least,a vaca da Merkel,enviou 4 drones(axo,the state of art) para a Rússia da terra da Ucrânia, que foram alegremente tomados pelo undermenchen(!!!!!) russos e aterraram na maior paz nas pistas russas…
    Estas putas dos jornalistas(propagandistas) noticiaram isto?NÃO,SÓ A PANTOMINICES DESTE GOVERNO CRIMINOSO!
    Se não for agora, por volta de 2020 iremos arder…
    Conbtudo,concentrem-se no benfica,puorto,sporting e na noça çenhora de Fátima e , nos 3 pintelhos do çanto padre polaco, na madeira….

  5. Repor a verdade: Irina é de Odessa. O relato do que se passou ontem:

    «As claques do Cher (Chernomorets Odessa, o clube local) e do Metalist (Metalist Kharkiv) estavam a celebrar em conjunto. Tinham acabado as rivalidades e a festa transformou-se em pró-Ucrânia. Que se lixe a malta de Kiev! Queremos é a Ucrânia livre, sem corrupção e sem miséria!»

    «De qualquer forma, era uma tarde bonita. Estava muita gente no sítio que conheces, ali ao pé do consulado grego (Grecheskaya). Outros grupos tinham ido beber refrescos ao pé do Afina (belíssimo centro comercial), onde conheceste o nosso amigo Nikolai e a Irina…»

    «De repente começámos a ser atacados por rufiões. Muitos eram da Transdnistria, e diziam-nos que já estavam libertados. Mas havia também muitos russos. Bo autêntico batalhão que nos atacou, não vi quase nenhum ucraniano…»

    «Nós reagimos em força. Eles estavam à espera de jovens dóceis. Fugiram e reagruparam-se. A polícia formou um cordão para os proteger. Houve agentes que lhes deram os escudos, os capacetes e os bastões. De repente, começámos a ver uma espécie de soldados a disparar pistolas e outras armas de fogo sobre nós. Morreram logo três pessoas, e temos muitos feridos».

    «Depois eles, acossados, em fuga, entraram á força no palácio dos sindicatos. Ficaram cercados. Atiraram-nos coktail molotov e nós respondemos. Houve o incêndio. Muitos de nós queimaram-se a salvar gente. Um amigo de Donetsk, médico, tinha sido agredido pelo homem que socorrreu. E houve outros casos…»

    «Para mim, a polícia das esquadras que participou nisto é a principal responsável, a seguir aos grupos militarizados. Quando mortos e detidos serão estrangeiros?»

    NB- Quanto a isto, já sabemos. Dos 144 detidos há 90 russos e russófilos da Transdnistria (Moldova). Dos mortos no Palácio dos Sindicatos, há 20 russos (em 31 falecidos). Entre os manifestantes pró-ucranianos há 7 mortos, 20 desaparecidos e 300 feridos.
    Odessa declarou o luto por três dias.

    • Francisco diz:

      Bem tudo o que diz é altamente questionável, sobretudo a afirmação final. Na verdade todos os mais de 40 mártires queimados vivos pelas bestas nazis eram Ucrânianos. Aliás, basta ver a reacção popular hoje na cidade (ver vários dos updates aqui). Sobre isso de haver Russos e outros presos pff dê uma fonte, boatos e mentiras é o que é mais a circular.

      Mas na verdade o que voçê está a dizer é que a culpa de terem sido massacrados é dos próprios. Infelizmente, muita gente pensa assim. Na verdade foi mesmo essa lógica aqui exposta por si que conduziu ao massacre.

      Os factos são que os activistas anti-junta de Kiev foram encurralados e os que sairam foram espancados e alguns até abatidos a tiro. No Guardian encontramos esta entrevista a um dos fascistas pró-junta:
      “At first we broke through the side, and then we came through the main entrance,” said one pro-Ukrainian fighter, 20, who said he was a member of the extreme nationalist group Right Sector. (ou seja confirma-se que havia nazis)
      “The aim is to completely clear Odessa [of pro-Russians],” said Dmitry Rogovsky, another activist from Right Sector whose hand had been injured during the fighting. “They are all paid Russian separatists.” (aqui do GUARDIAN)

      Nesta peça da RT há vídeos e fotos que mostram o que se passou. Convido tod@s a verem e que julguem por vós (aqui). FOI UM MASSACRE PROPOSITADO

      Os milhares que estavão do lado dos fascistas eram todos fascistas? Queriam todos queimar vivos 40 pessoas? Não, mas objectivamente contribuiram para isso e as desculpas esfarrapadas que dão só auguram o pior.

      Aliás a utilização de claques+Nazis para atacar activistas anti-Junta não é inédita. No Domingo passado em Kharkov aconteceu mesmo isso!(ver aqui e aqui). EM donetsk os ultras do Shatkar Donetsk foram utilizados exactamente para os mesmos fins (felizmente em Donetsk com pouco sucesso).
      O que temos aqui é a aliança Oligarcas (que controlam os clubes de futebol e respectivas claques) + Nazis do sector de Direita a actuar como tropa de choque da junta ilegal de Kiev.

      Mas tão grave como o que se passou é a resposta dos media ocidentais e dos apoiantes da junta. Em vez de pararem a agressão, não! Continuam os ataques e culpam as vítimas! Por exemplo no Guardian encontramos esta tirada nojenta:
      Nobody will ever know who was “responsible” for trade union building fire. It was chaos, both sides lobbing Molotovs all over the place.

      Para concluir, à uns tempos escrevi isto:
      A divisão/guerra civil só poderá ser evitada, parece-me, se a Ucrânia se transformar numa confederação. Se tiver um governo central fraco e pouco mais do que simbólico, com o poder de decisão concentrado nas regiões. Claro que num modelo desses não é possível a integração tout court da Ucrânia na NATO, UE ou na União Aduaneira da Rússia. É esta a opinião também de alguns “experts” (aqui), da Rússia (aqui) e do PCU.

      A maioria da população do sudeste, a curto prazo, ficaria satisfeita com uma solução destas. A população a ocidente também acho que aceitaria bem uma Ucrânia confederal, sobretudo quando a alternativa é a divisão do país e a guerra civil. Mas aceitará a UE um plano destes? E a NATO e os EUA? Ainda para mais depois do chapadão que levaram agora na Crimeia? A Crimeia na Rússia e uma Ucrânia garantidamente fora da UE e da NATO seria, objectivamente, uma grandiosa vitória do renascido “Império Russo” face às potências ocidentais… Dificilmente o imperialismo Yankee-Europeu irá aceitar isso, mesmo que o preço a pagar seja a guerra e mesmo que seja essa a vontade do povo Ucraniano.

      Não é por acaso que a primeira ofensiva da Junta aconteceu depois do director da CIA visitar Kiev e esta mais recente aconteceu no dia seguinte ao FMI ter aprovado o empréstimo de 17 biliões à Ucrânia… mas claro na condição que o leste e a sua indústria mais o porto de Odessa (o mais importante da Ucrânia) estejam disponíveis para a pilhagem…

      Para os adversários da junta ilegal de Kiev, do fascismo e da NATO+UE+FMI a situação é claríssima, o Ocidente e a Junta não querem negociar, querem uma rendição incondicional, se não se renderem a sua oferta para os insurrectos é o genocídio. O Hitler, nesse mesmo território já tentou essa política e FALHOU. A besta Nazi, o grande capital e o imperialismo serão novamente derrotados na Ucrânia, foram em 1917-21, em 1941-45 e serão agora!

    • Carlos Carapeto diz:

      Rui Teixeira Neves não acredite na sua amiga Irina, porque está a mentir-lhe.

      Veja aqui uma parte dos acontecimentos.

      http://actualidad.rt.com/actualidad/view/127017-odesa-incendio-casa-sindicatos-disturbios

      Vou tentar encontrar um video que mostra o principio dos acontecimentos.

      Foram os radicais do Setor de Direita que começaram os disturbios, foi tudo preparado ao pormenor, tanto que os nazis apareceram desde inicio equipados com capacetes militares e paus.

      • Carlos Carapeto diz:

        Como os nazis tratam a policia.

        • Carlos Carapeto diz:

          E visivel aos 6.30 minutos aos 6.44 aos 7.08 os nazis a disparem tiros de pistola contra o edificio dos sindicatos onde as pessoas estão encurraladas.

          Aos 17.27 minutos pode ver-se que a policia estava presente e nada fez para travar a violencia. Só actuou quando as pessoas se começaram a atirar das janelas.

    • Carlos Carapeto diz:

      Rui Teixeira Neves quem vai repor a verdade agora sou eu.

      Consegui encontrar alguns dos videos que referi.

      Este video mostra o inicio dos disturbios quando os nazis estavam a tentar furar a barreira policial. Veja que até fazem uso de um auto tanque dos bombeiros.

      Agora pergunto. Mas quem raio são os amigos da Irina que celebram as vitórias do clube com paus, capacetes e coletes à prova de bala?

      Na casa dos sindicatos não haviam estrangeiros, eram os empregados e um grupo de pessoas a maioria reformados que estavam à porta em tendas a proteger as instalações.

      Tal como estão em Donets a proteger a estatua de Lenine. Anteontem a estátua estava toda rodeada de tendas, mas talvez com receio de serem agredidas uma parte das pessoas retiraram-se e agora está uma do Partido Comunista.

      Aqui:

      http://velton.ua/ru/webcams/Wide2HQ.shtml

      • Carlos Carapeto diz:

        Rui Teixeira Neves.

        Tem aqui mais, é a partir daqui que os nazis se dirigem para a Casa dos Sindicatos, que era o objetivo deles. Aqui ainda o confronto era com a policia.

        Ouça-os gritar “glória á Ukraína”.

        • Carlos Carapeto diz:

          Foi frente ao estádio de futebol é que os nazis se concentraram. Daqui seguiram para a Casa dos Sindicatos, e quando foram barrados por as policia começou a violencia.

          • Carlos Carapeto diz:

            A batalha campal que os nazis travaram com a policia.

            Esse estropiado com uma bengala na mão que aparece aí no video aos 12 minutos do lado esquerdo,a atirar pedras, também aparece num outro video em frente à Casa dos Sindicatos com uma baguete na mão a atirar pedras quando tudo já está em chamas.

          • Carlos Carapeto diz:

            Nem as vitimas souberam respeitar. Ouçam, com os feridos estendidos no chão a agonizar, continuavam a gritar “gloria à Ukraína”.

    • Argala diz:

      Não muito bom na parte da desinformação..

    • Carlos Carapeto diz:

      Rui Teixeira Neves.

      Já ficou convencido que a Irina (Ira) falta à verdade?

      Não defenda nazis. Isso é justificar os actos brutais de uma ideologia que se inspira na morte e na violência, que tem a supremacia racial como fim.

      Porque aqueles que ontem praticaram os crimes hediondos de Odessa são os os herdeiros diretos dos que cometeram estes crimes barbaros contra civis indefesos durante a II GG.

      • Carlos Carapeto diz:

        Poucos dias depois do inicio (6 ?) da Operação Barbarrosa já os grupos chefiados por Stepan Bandera (idolo dos actuais golpistas de Kiev) estavam a cometer estas atrocidades.

    • imbondeiro diz:

      A sua amiga “Irina”, deixe-me que lhe diga, é uma cómica com o grave defeito de fazer piadas a despropósito com aquilo que é horrivelmente trágico e insuportavelmente bárbaro. “Irinas” dessas já eu as vi e ouvi na Líbia e na Síria a contarem outras piadas de mau gosto: na primeira das situações, queixavam-se elas dos “mercenários negros” de Kadaffi, todos eles carregadinhos de “Viagra”, para violarem as etnicamente puras e mui níveas mulheres de Benghazi, na segunda delas, juravam a pés juntos que os “jihadistas” pagos pela Arábia Saudita eram (e continuam e continuarão a ser, pois claro) uns democratas de rija cepa. Agora, a atenta ucraniana que é a “Irina” vê em todo e em cada um dos seus conterrâneos do Leste um criptorusso invasor e sedento de sangue. Pois… É que nisto de “Irinas” elas invariavelmente dizem aquilo que convém ouvir aos seus interlocutores.

  6. Pedro diz:

    Os gangs nazis voltaram a se organizar, e agora é isto. Mas as Forças Populares já tiveram muito pior, no inicio em que pouco faziam. Agora estão devidamente organizadas, muito mais empenhadas, e esperemos que consigam dar a volta novamente.

  7. Manuel Duarte diz:

    Portanto, se bem entendi, quem não é russófono, é neonazi, fascista e tudo o mais que lhe quiserem chamar. Mas ó homem, em que século é que você vive?

    • Francisco diz:

      Não não entendeu. Informe-se melhor sobre o que se está a passar, quem são as forças em presença e leia os textos com atenção, de preferência lendo também as inúmeras referências que deixo (de várias posições e origens). Depois disso dê uma opinião informada e não venha para aqui arrotar postas de pescada e alardear a sua ignorância

    • Carlos Carapeto diz:

      Tem duvidas que são nazis?

      Veja como o golpista Arseny yatsenyuk faz a saudação nazi.

      • vdlx diz:

        Oh Carlos, esse video demonstra presisamente o oposto do que você declara.

        • Carlos Carapeto diz:

          Cada um é livre de entender as coisas à sua maneira. No entanto o gesto diz tudo.

          Mas o melhor testemunho daquilo que a criatura é, são as posições politicas que sempre tem tomado.

          Foi um dos promotores da edificação das estátuas a Stepan Bandera e a Ramon Shukhevich quando fazia parte do governo de Yushenko.

          E mais: a região de onde é oriundo retira qualquer duvida, se teimarem em persistir.

          Além disso é estranho entender como se consegue sentir confortável a chefiar um governo composto por vários ministros nazis assumidos.

    • imbondeiro diz:

      O senhor Manuel Duarte é um oxímoro andante: eu nunca vi um “cãozinho de Pavlov” a ser militantemente… anti-russo. O senhor faz parte (corrija-me, se eu estiver enganado) daquele género de alminhas pensantes que basta ouvir falar em russos e desata logo a salivar abundantemente arreganhando o dente contra as hordas bolcheviques (?!!!) que ameaçam engolir a Europa. Homem, saia do frigorífico, porquanto a Guerra Fria já acabou há uns tempitos. O senhor não ter dado por isso é preocupantemente sintomático da sua visão do mundo em que hoje vivemos.

      • Manuel Duarte diz:

        Ó homem, deixe-se lá de utilizar termos de gramática que você não sabe a mínima ideia doque significa. Afinal de contas o que é uma pessoa que não passa de uma figura de estilo que contém um paradoxo nos seus termos e ainda por cima andante? Mas enfim, adiante. Está certamente enganado, não sou anti-russo. Não vejo o mundo em preto e branco, em maus (neste caso os ucranianos) e bons (neste caso os russos). Sabe, feitios! Claro que como sou um oxímaro andante não terei conseguido explicar devidamente o meu ponto de vista. Obviamente que não passa pela cabeça de ninguém que tenha sido o senhor a não entender! Assim sendo, fica o esclarecimento.Passe bem.

        • imbondeiro diz:

          Obrigado pelo esclarecimento, mas ele, de tão pleonástico, era completamente desnecessário, que o mesmo será dizer, em Português mais chão, foi mais um inconsequente “chover no molhado”. Se tal se deve à minha mais do que evidente falta de agudez intelectual na compreensão dos seus magníficos e profundíssimos apontamentos ou, se, pelo contrário, tal é o inexorável resultado que todo e qualquer mortal obterá ao debruçar-se sobre a candidez das suas observações, isso agora é que eu já não sei… Alguém que nos leia poderá ter a bondade de desempatar o dilema? Esperemos, pacientemente, pelo atento e amigo veredicto de tal circunstante e caridosa alma…
          O senhor vê Gramática onde eu só enxergo Estilística. Dizendo a coisa em vernáculo: o senhor não tem a mínima ideia sobre o assunto que aqui se debate, coisa a que o facto de ser ou não ser mais, menos ou nada anti-russo não dá grande remédio, convenhamos. Passe muitíssimo bem e terei muito gosto em trocar novamente uns apontamentos consigo, desde que, claro está, aprenda previamente a distinguir o branco do cinzento ou, dizendo a coisa de outra forma, aprenda de antemão o que separa a Gramática da Estilística. Saudações.

          • Manuel Duarte diz:

            Eu burro me confesso: então não éque vejo gramática, onde apenas é estílistica? Então não se via mesmo que o “Imbondeiro” é um estilista? Para além dessas lições de português e de diferenças subtis entre gramática e estílistica (o saudoso Mário Dionísio, meu professor de português no liceu poderia ter-lhe explicado facilmente as diferenças – ou as não diferenças), tem alguma coisa de substancial acrescentar sobre o assunto, ou ficou devidamente esclarecido?

          • imbondeiro diz:

            Caríssimo Manuel Duarte:
            Ora tocou o senhor, com a notinha biográfica que muito amavelmente comigo partilhou, na ferida purulenta que é a milenar e impeditiva barreira ao êxito de toda e de qualquer acção pedagógica: por excelente que um mestre seja, ele não é, e nunca conseguirá ser, um alquimista. Assim sendo, uma qualidade eu lhe reconheço – a de ser a viva e mui palpável prova de uma multissecular e irredutível verdade. O que, diga-se em abono da verdade, não é serviço pequeno prestado à comunidade.
            Esse seu deslize de trazer à liça, puxando o lustro a supostos galões, defunto Mestre é coisa feia, sabe? É que nisto de mestres, cada um teve os seus… Não cometendo eu o mesmo deselegante deslize por si cometido, e deixando na merecidíssima paz dos seus saberes os meus defuntos ou ainda viventes mestres, uma coisa lhe digo: as minhas memórias acerca de mestres não se ficaram pelo Ensino Secundário… E acredite: de Gramática, de Estilística, de Fonética, de Sintaxe, de Semântica ou de Literatura sou eu a dar-lhe as lições, e não o senhor a dar-mas a mim.
            Mas devo dizer que tem o senhor, pelo menos num ponto que seja, muitíssima razão: o saudoso Mário Dionísio ensinar-me-ia muitíssimas coisas, certamente. Mas acontece que o senhor não é a reincarnação do saudoso Mestre e, como tal, e não sendo a sabedoria e a cultura preteritamente transmitidas pneumaticamente ou por osmose, estou em crer que o senhor nada me ensina ou ensinará.
            Em feição de fecho: não tenho a mínima vontade de acrescentar algo ao que por mim já foi dito em anterior apontamento; antes devo reiterar uma substantiva afirmação a que o senhor, muito sintomaticamente, nada respondeu, preferindo andar à volta do seu próprio umbigo – o senhor, do assunto em causa (a questão ucraniana), nada entende.
            Saudações… dionisíacas.

  8. Alice no País das Maravilhas diz:

    Francisco ,entretanto ontem à noite(sábado-rtp1,+/- 21h), a televisão pública,ou lá o que é fazia uma ‘reportage’ na Polónia(q nada teve a ver com o treino da ralé que ‘governa’ a Ucrânia) sobre as cabecinhas cuja ideologia, é proteger os ’empresários’ em zonas de guerra(i.e, naqueles países em q os recursos foram privatizados), enfim, a apologia da morte pegando em lúmpen, de escória q estariam bem nas portarias (dos fornos) de Dachau,…
    As ‘elites’ ao comando, a angariar algozes,gente desmiolada e sem qq sentido do que é a Humanidade.
    Depois de ver astrólogas,plagiários, só falta mas é pôr filmes porno pq levará as TV’s ao pódio das maiores audiências!!!!
    Um Serviço Público ou um Serviço de Putas?????
    Ao qu’isto chegou!

  9. Pingback: A Ucrânia morreu em Odessa | cinco dias

  10. ALVARO diz:

    Sobre os acontecimentos de Odessa, uma amiga minha não consegue contactar a familia, esta vive em Odessa, não tem comunicações moveis. Tenho 3 relatos de pessoas que viveram a situação que me chegou via Ucrânia, e nenhum coincide com a descrição da Irina, que se fala! E já os vi, vi as imagens. Qual o meu espanto quando leio que foram os russos a planear isto? Concordo com Argala. Brigadas Internacionales outra vez! Francisco, vê a declaração no facebook, do jornalista português Carlos Fino (para os que não sabem um dos maiores criticos da URSS, era jornalista português da RTP em Moscovo nos anos 80!). Abraço e bom trabalho!

    • Carlos Carapeto diz:

      O massacre de Odessa foi planeado, organizado e instigado por os fascistas de Kiev com motivações politicas.

      Por isso aqueles que promoveram, patrocionaram este crime hediondo são tão responsáveis como os que o praticaram.

      O julgamento já está feito e a sentença proferida. Estes criminosos quando forem apanhados, só têm um destino. Encostá-los ao paredão.

      MEMÓRIA ETERNA ÀS VITIMAS DO NAZISMO.

Os comentários estão fechados.