Oligarca nomeado pela junta fascista de Kiev expulso de Donetsk. Mais notícias e comentários sobre a crise na Ucrânia.

Manifestantes anti-fascistas depois da tomada do governo regional de Donetsk (dia 3 de Março)

Manifestantes anti-fascistas depois da tomada do governo regional de Donetsk (dia 3 de Março)

As batalhas por Donetsk, Kharkov e Odessa. As contradições no seio da junta fascista de Kiev.

Para reconquistar o controlo do leste da Ucrânia a junta fascista que tomou o poder em Kiev decidiu nomear dois oligarcas (incluindo o maior milionário da Ucrânia, que vive na Suiça)  para governadores de Donetsk e Kharkov. Os eventos sucedem-se com enorme rapidez, mas convém lembrar que há coisa de uma semana os insurrectos controlados pela extrema-direita em Maindan derrubaram o governo eleito de Yanukovitch porque estavam contra os “oligarcas” e a “corrupção”. Pois… isso era dantes…. agora que estão inseguros no poleiro, a nova junta que tomou o poder em Kiev, recheada de fascistas e políticos corruptos (ver esta lista do Guardian), mostra bem a sua cara ao nomear dois oligarcas multimilionários como governadores de duas regiões onde perdeu o controlo…

Mas em Donetsk a jogada correu muito mal, depois das grandes manifestações do fim de semana os activistas anti-fascistas ocuparam ontem a sede do governo regional e correram com o oligarca nomeado a partir de Kiev (vídeo aqui). Eventos semelhantes ocorreram noutros locais também.

Bh4D84iIUAAmjbn

Manifestação hoje em Kharkov contra o regime fascista de Kiev e o oligarca nomeado para governar a região.

Kharkov_ontem

Manifestação anti-fascista ontem à noite em Kharkov

Depois da grande manifestação do fim de semana, em Kharkov as manifestações contra o regime fascista de Kiev continuam. No entanto, não é tão claro se Kiev perdeu completamente o controlo da região. A manifestações de ontem e hoje não tomaram a sede do governo regional e pelo menos formalmente o oligarca parece que está em funções como governador. De qualquer das formas, o sentimento popular parece estar muito mais do lado anti-fascista do que a favor do regime de Kiev (como implicitamente admitem os filo-fascistas pró União Europeia). Quanto às milícias nazis do “sector de direita”, depois do arraial de pancada que levaram no sábado duvido que voltem a por os pés na cidade assim tão cedo…

BhzWJfhIMAAE2Xe_Odessa

Os manifestantes anti-fascistas em Odessa acabaram por conseguir invadir a sede do governo regional.

Como ontem noticiei, a situação em Odessa esteve tensa com manifestações pró e anti fascistas. No entanto, os manifestantes anti-nazis acabaram por conseguir invadir o parlamento regional (ver vídeos aqui e aqui). Não é muito claro quem, de facto, controla a cidade. Foi pedida a realização de um referendo, mas parece que as autoridades regionais não estão a assumir essa proposta.

Em Donetsk a situação parece estar resolvida. Em Kharkov e Odessa é menos claro, embora a correlação de forças penda fortemente para o lado anti-fascista. Muito do que irá passar-se dependerá também do tipo de reacção que as milícias nazis irão, ou não, tentar fazer para contrariar estes desenvolvimentos.

Parece-me muito provável que em Kiev e na zona Ocidental controlada pelos gangs neonazis (ver isto numa assembleia perto de Kiev) o nível de contradições vá crescer muito. Não me surpreenderia se em breve tivermos notícias de alterações no governo ou confrontos entre as várias facções fascistas em Kiev. A imprensa Alemã já fez soar o sinal de alarme, é interessante ver como neste artigo da Der Spiegel se começa por dizer que o perigo nazi é um exagero… e depois se concluí que afinal os Nazis podem mesmo chegar ao poder… O artigo é um muito bom reflexo dos interesses do imperialismo Alemão que tem como fantoche no terreno Vitali Klitschko. No artigo dá-se a ideia que se os Nazis tomarem o poder isso é fruto da actual pressão Russa. Ora isso é uma enorme falácia, há muito que os Nazis tomaram o controlo das ruas em Kiev (como o fantoche Alemão sentiu directamente na pele), já estão no governo e infiltraram-se nos serviços de segurança. Já aterrorizam os inimigos políticos nas zonas que controlam e são, de facto, a única força de segurança fiável que o regime de Kiev possuí. Parece-me óbvio que para cumprir com as condições do empréstimo do FMI que a Ucrânia necessita medidas draconianas terão de ser impostas à população, quero ver quanto tempo o governo que irá impor essas medidas vai durar e não tenho dúvidas que os Nazis tomarão o poder total em seguida. Só é possível evitar isso se desde já, tal como está a acontecer no leste e no sul, as milícias nazis sejam esmagadas e o máximo de zonas fujam ao controlo da junta fascista de Kiev.

O campo imperialista. Divisão, impotência e muita hipocrisia.

O artigo que acima mencionei também mostra bem como o campo imperialista está dividido. A posição da Alemanha, não é equivalente à dos EUA. Algo muitíssimo evidente desde o célebre “fuch the EU” da comissária dos EUA para a desestabilização da Ucrânia.  Já agora, em termos de quem foi nomeado para a junta fascista, aquilo que a comissária do império ordenou foi exactamente o que aconteceu, vale a pena ouvir a conversa e ver o que aconteceu a cada uma das personagens que os agentes do Império discutem. Por exemplo, Klischko, o agente Alemão é vetado e, de facto, não foi para o “governo”, por outro lado o primeiro ministro nomeado é exactamente aquele que a comissária imperial “sugeriu”.

A discussão em torno das sanções a aplicar à Rússia está a ser bastante reveladora. Várias importantes países da UE (Alemanha, França, Itália e Espanha) estão contra sanções económicas. O caso do Reino Unido é “delicioso”, foram divulgados documentos oficiais onde está explícito que a posição do Reino Unido deve ser contra as sanções, especialmente se afectarem a city de Londres… Isto ao mesmo tempo que o ministro dos negócios estrangeiros se multiplica em “números de circo” pró junta fascista de Kiev… É a hipocrisia total e absoluta!!!

Em Portugal também temos exemplos dessa hipocrisia. Duarte Marques, o mete-nojo ex-lider da JSD, foi a Kiev incitar à violência fascista. Para esta personagem as manifestações violentas e armadas protagonizadas pelos nazis em Kiev nunca receberam uma condenação, antes pelo contrário, o moço até se congratulou com o derrube de um governo eleito às mãos de uma turba violenta e armada. HIPÓCRITA!!! Lembram-se do que esta escumalha disse a propósito da manifestação de 14 de Novembro de 2012 onde meia dúzia de pedras foram atiradas à polícia? Lembram-se do que esta gente diz sempre que se fala em fazer cair o governo e convocar eleições antecipadas? Pois… esta gente é hipócrita e mente com todos os dentes que tem na boca. Não hesitam nem um segundo em romper a lei e promover a violência se isso lhes for benéfico… se controlam a lei atiram anátemas contra qualquer mínimo distúrbio ao regime em vigor.

A insígnia da frota soviética, a faixa de S. Jorge e as estátuas de Lenine

pc-140301-ukraine-russia-1416_35ee393673860bf62e558c04872d6176.nbcnews-ux-720-700

A bandeira da frota soviética é dos símbolos mais utilizados pelos anti-fascistas na Ucrânia

Há coisa de uma semana o ministro dos negócios estrangeiros polaco andava muito entretido a mandar tweets com mapas do derrube das estátuas do Lenine… Passada uma semana esse palhaço fascista já não tem matéria para tweets desses.

Entre outras coisas, o derrube das estátuas do Lenine foi um dos sinais de alarme que fez as populações do sul e o leste erguerem-se contra os fascistas. Na verdade, muitos dos protestos no leste e no sul começaram por ser acampamentos e concentrações em defesa das estátuas de Lenine. Não quero com isto dizer que toda a mobilização a leste e a sul têm um carácter “Leninista”. Tenho tido o cuidado de “catalogar” as movimentações populares em curso no leste e no sul como pró-Russas e anti-fascistas. Parecem-me ser estas as caracterizações mais correctas da natureza dos movimentos em causa. Também me parece que, de momento, uma vitória das forças anti-fascistas na Ucrânia já seria um grande resultado. Uma longa discussão seria até que ponto, para de facto obter essa vitória, não será necessário lutar por um programa de carácter vincadamente anti-oligarca, comunista e Revolucionário… Mas parece-me que, no terreno real, a dialéctica está a encarregar-se de resolver muitas dessas questões…

Provavelmente, desde a queda da União Soviética em 1991 que não se via na Ucrânia tanta gente com a bandeira da frota soviética (também considerada como uma bandeira da União Soviética tout court). Há muito que não se viam tantos combatentes com a faixa de S. Jorge (símbolo usado pelas tropas soviéticas para celebrar a vitória sobre os Nazi-fascistas na segunda guerra mundial).

Na ânsia de de derrubar Lenine e exibir símbolos das SS Nazis, os fascistas de Kiev acabaram por prestar um enorme favor à recuperação de uma série de símbolos Soviéticos… Dá vontade de citar Marx, “a revolução por vezes necessita do chicote da contra-revolução para avançar”…

Sim, são só símbolos. Mas sendo “apenas” símbolos não deixam de dar um sinal forte. Se tudo isto fosse irrelevante, o ministro polaco não mandava tweets com mapas dos lenines derrubados, os filo fascistas não falariam deste assunto, os Nazis não se empenhariam tanto em derrubar as estátuas de Lenine, nem os anti-fascistas em defendê-las…

Numa reportagem da CNN em directo da Crimeia, a Jornalista que entrou em directo teve que admitir que a maioria da população (todos com quem ela tinha falado) estavam a favor da “invasão russa”. Depois deu o exemplo de um comício no centro da cidade onde se ouvia non stop canções  co..co..co..comunistas (sim a repórter engasgou-se ao ter de pronunciar a palavra), talvez uma dessas canções tenha sido esta…

Textos recomendados

Ukraine and the ‘Little Cold War’

The self-defeating fuite en avant of the US in the Ukraine

Qualquer destes textos não representa a minha opinião sobre o assunto, aliás num caso o texto é de uma das mais famosas “agências de inteligência” ao serviço do imperialismo dos EUA. No outro caso o autor é um russófilo anti-bolshvique (embora não fascista). De qualquer das formas, ambos os textos apresentam análises minimamente sérias do que se está a passar (ao contrário de peças de propaganda ridículas como este artigo da FP).

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

33 respostas a Oligarca nomeado pela junta fascista de Kiev expulso de Donetsk. Mais notícias e comentários sobre a crise na Ucrânia.

  1. Censurado diz:

    O imperialismo é fodido.
    Vejam lá que até o anti-imperialista blogue 5Dias está alojado numa imperialista empresa americana… É que é isto de ser anti-imperialista é giro como o caraças, mas as dádivas do imperialismo são tantas e tão irresistíveis que é difícil viver sem elas.

    Começa logo quando o anti-imperialista liga o seu computador e depois se liga à Internet. Esse formidável veiculo de informação e liberdade que é a Internet deve a sua existência e disseminação ao imperialismo. Com efeito, foi criado e desenvolvido com o engenho e com o dinheiro do imperialista governo americano e, posteriormente, oferecido a custo zero a todos os outros povos do mundo. E é muito provável, também, que a maioria do hardware e software que o anti-imperialista usa no seu computador seja de concepção originalmente imperialista!

    Quando quer fazer viagens internacionais, o anti-imperialista usa essa invenção do imperialismo americano chamada… avião.
    Ou talvez vá de barco, cuja navegação em alto mar depende do GPS — um sistema que, embora criado e ainda mantido com o dinheiro do imperialismo americano, é oferecido a todos os povos do mundo gratuitamente.

    Quando quer falar com os seus amigos, familiares, camaradas políticos, etc. o anti-imperialista usa essa criação do imperialismo chamada telefone — fixo ou móvel, ambos inventados e inicialmente disseminados por imperialistas empresas norte-americanas.

    Para conservar os seus alimentos e bebidas, o anti-imperialista usa essa infame invenção imperialista presente em todos os lares chamada frigorífico. E para os cozinhar provavelmente usa o micro-ondas, essa criação…. adivinhem de quem!…

    É também devido a essa criação imperialista chamada gravação de som que o anti-imperialista pode escutar a sua música de intervenção.

    E é ainda devido a essa invenção americana chamada lâmpada eléctrica que o anti-imperialista pode, à noite, ler a sua literatura… anti-americana.

    Quando vai à farmácia, a probabilidade que compre um medicamento desenvolvido por empresas imperialistas é muito, mesmo muito elevada. Quem sabe, um dia, os fármacos, os aparelhos ou as técnicas médicas de concepção imperialista salvem a vida… ao anti-imperialista.

    O imperialismo é fodido.

    • Francisco diz:

      Fónix… à malta mesmo muito intelectualmente desonesta… Como se Imperialismo fosse sinónimo de EUA, de tudo o que lá se faz e produz. Pois fique o sr. ignorante “Hugo censurado” a saber que o Malcom X, Luther King e muitos outros eram dos EUA e não eram imperialistas. Fique a saber que combater a exploração e opressão não implica ir viver para uma torre de marfim no meio do nada, sem interagir com ninguém diferente ou nenhum produto “impuro”. O Sr. confunde ser comunista com ser um Hamish, um budista irredutível ou aquela malta que gosta de formar comunidades no meio do nada isoladas… Já Lenine dizia que o Comunismo era a “electricidade e os soviets”. Ou seja, o problema não é a técnica, a ciência ou as ferramentas desenvolvidas. O problema é o uso que se dá a essas ferramentas, as escolhas do tipo de ferramentas que se devem desenvolver e as próprias amarras que se colocam ao desenvolvimento das forças produtivas… Aliás, se defacto está interessado numa discussão séria convido-o a ler os seguintes textos que escrevi:

      Vagas de fundo. Monopolização e economias de escala

      A Revolução Digital, telecomunicações e gestão da informação

      A emergência da China e dos “BRIC”, miragem ou realidade?

      Mas voçê demonstra ser um ignorante, arrogante, provocador que nem se dá ao trabalho de perceber as ideias e teses de quem ataca. Para a próxima seja mais humilde e informe-se antes de mandar bardas…

      • Censurado diz:

        Você não percebeu. As contribuições todas que enumerei não foram dadas pelo Martin Luther King, Malcom X e esses “muitos outros” que o Francisco está a pensar.
        Foram dadas precisamente por essa América empresarial e pelo governo que os anti-imperialistas demonizam.
        A obra de um genial inventor isolado não chega para beneficiar o povo. É preciso toda uma economia dinâmica e um tecido empresarial altamente eficiente para que invenções se convertam em produtos usáveis, suficientemente baratos e de qualidade. A melhoria da qualidade de vida dos povos nos últimos dois séculos foi mais um resultado da Ciência e da Engenharia aliadas ao capitalismo, do que o resultado de transformações políticas.
        É isso que os comunistas não enxergam.

        • Francisco diz:

          Vamos lá aplicar a lógica da batata do “Hugo Censurado”:
          – A URSS colocou o primeiro satélite em órbita. Nenhum anti-comunista pode usar seja o que for que tenha a ver com satélites (metereologia, GPS, telecomunicações…)
          – A Internet foi desenvolvida pelas forças armadas dos EUA (força ande aérea), os correios (Post office) e Universidades públicas (a da Califórnia). Tudo instrituições públicas financiadas pelo ESTADO. Logo quem defende as privatizações e que o privado é melhor que o público e promove a “inovação” não pode utilizar a internet.
          – O Alfabeto foi inventado pelos Fenícios que faziam sacrifícios humanos. O Censurado defende os sacrifícios humanos? Então não pode utilizar o alfabeto.
          – O sistema a que chamamos “Capitalismo sé existiu devido ao imperialismo, especificamente à colonização da américas e da áfrica. Sem as plantações de escravos do novo mundo não havia o comércio, capital acumulado e as matérias primas disponíveis para se desenvolver aquilo que chamamos hoje em dia de “capitalismo” e a “revolução industrial”. O censurado é a favor da escravatura? Se não é, não pode usar nada que tenha sido desenvolvido pelo capitalismo-imperialismo.
          – Os Nazis foram quem desenvolveu e colocou em utilização foguetões e aviões a jacto. O Censurado é Nazi? O censurado não pode andar de avião a jacto nem nada que tenha a ver com foguetões.

          O “Hugo Censurado” percebe agora o total primitivismo da sua argumentação? O Hugo-censurado percebe que confunde conceitos morais, técnicos, científicos, políticos sociais numa salganhada sem sentido e incoerente? O Hugo percebe que o desenvolvimento tecnológico é fruto de um complexo conjunto de relações históricas, culturais, económicas e sociais? O Hugo censurado percebe que o capitalismo contribui para o desenvolvimento das forças produtivas na sua fase inicial, mas que hoje em dia é um travão a esse desenvolvimento? O Hugo leu os textos que sugeri para podermos ter uma discussão seria ou vai continuar a mandar boquinhas básicas e a exibir a sua ignorância?

          • A.Silva diz:

            O Hugo censurado é só mais um idiota primário que se limita a balbucionar uns disparates que lhe meteram na moleirinha.

        • rostislav diz:

          Ya-é por isso que as armas russas estão a ser dfesenvolvidas pelos velhinhos cientistas soviéticos(q passam o know-how p os jovens)q fazem maravilhas dos misseis,da criptografia(oh criptofascista de merda).Cla essa matraca ,pois os teus amigos fascistas governantes desta vez podem ser fodidos.Ah! e os chineses já teem misseis à velocidade do som VEZES DEZ!E, não foi este ano que o fizeram…axo que já teem muitos……..
          O Obama já nem na casa de banho consgue não ser ouvido……

    • ASD diz:

      Ó amigo,

      deslige lá esse PC.

      É que o primeiro personal computer foi criado na União Soviética.

      Cheque-mate!

    • Carlos Carapeto diz:

      Ho Censurado com toda a liberdade para escrever o que lhe vai na gana.

      Esqueceu-se da mais benéfica invenção do imperialismo. A bomba nuclear, em que os segundo e terceiro “ensaios” foram realizados sobre cidades apenhadas de civis sem qualquer valor militar.

      Faltou-lhe ainda dizer quantas centenas de milhares de inocentes foram “beneficiados” em resultado da “generosa” aplicação desse invento.

      Uns colocam-lhe duas palas que só consegem ver em frente.

      Mas há os outros que lhe enfiam um saco na cabeça, prendem-nos a um engenho de nora, arreiam-lhe uma chicotada e só param à voz do dono.

      Que parece ser o seu caso.

      E quanto a inventos, reduza lá isso para metade que já serve muito bem o seu amo.

    • imbondeiro diz:

      Já que falamos em “invenções imperialistas” de muita serventia, porque não lhes junta o caro senhor outras tantas das quais, vá-se lá saber o porquê, se esqueceu? Sei lá… podemos começar pelo início do século passado com a magnífica invenção, na Guerra dos Boéres, do campo de concentração por parte dos então capitalistas por excelência: os súbditos de Sua Alteza a Imperatriz do Raj, a celebrada Rainha Victoria. Falando de britânicos, e recuando um pouco no tempo, que magnífica foi a invenção e a ainda mais magnífica exploração daquilo que, nos nossos dias, se viria a chamar, nos horrorizados lábios do Ocidente capitalista, o “tráfico de droga”, com os rapidíssimos veleiros da velha Albion a inundarem de ópio trazido da Índia a vasta China. E porque não passarmos ao bom do Rei dos Belgas, o excelente Leopoldo, que, aplicando a sábia e eficiente técnica da exploração intensiva (seria coisa capitalista?), brindou o mundo com 8 milhões de cadáveres congoleses, dando à Europa, esse continente civilizador e capitalista, a palma do primeiríssimo genocídio do Século XX? E o bom do Senhor Maxim, onde lhe colocaremos nós, nesta lista de maravilhas capitalistas, o seu magnífico invento? E que lugar neste “ranking” de maravilhas capitalistas poderemos nós atribuir à magnífica indústria nazi que aplicou todo o seu capitalista engenho à metódica e industrialmente eficiente “limpeza” dos judeus europeus? E a bomba atómica, esse extraordinário feito do inventivo capitalismo dos E.U.A., onde a inscreveremos nós neste monumento de maravilhas? E o “napalm”? E o agente laranja? E o recentíssimo urânio empobrecido? E os eficientíssimos e não menos recentes “drones”?… Não, meu caro senhor, o capitalismo não é “fodido”; “fodido” está mas é quem sofre de cegueira intermitente e altamente selectiva, pois não passa de uma marioneta num teatro de fantoches cujo enredo nunca há-de entender.

    • “oferecido a custo zero a todos os outros povos do mundo.”
      Quanto vale o “polícia do mundo” ter acesso a tudo o que eu faço na net?
      Se, por acaso, algum país quisesse oferecer a custo zero a todos os outros povos do mundo, poderia fazê-lo?
      Quanto vale os Estados Unidos da América saberem onde vou, quando vou e quando regresso?
      Quanto vale terem acesso a toda a minha vida?
      Eles, os teus amiguinhos, deviam pagar bem caro para terem acesso a toda a minha vida. E quando formos obrigados a enterrar na carne um “chipzito inofensivo”, que vai permitir, num futuro muito próximo, a realidade que James Cameron retratou em Avatar?
      Quanto vale isso? Ou achas que os imperialistas fazem alguma coisa sem receber algo em troca?
      Inocente não me pareces. Talvez um idiota útil.

    • Estimado senhor Censurado, dizer que a internet é uma invenção do «imperialismo» (americano) é algo parecido como dizer que uma rede de estradas (portuguesa, chinesa, brasileira ou outra qualquer…) é uma invenção do império romano… Ou algo assim.
      Para sua informação a rede «WEB» (ou «www», vulgo «internet») foi inventada no CERN (Centre Européne de Recherche Scientifique) e paga com os dinheiros dos contribuintes europeus…. Mas como os dirigentes dos EUA são muito bons em publicidade e propaganda, até disso – a «invenção da internet» – vão convencendo os incautos.

  2. imbondeiro diz:

    É cristalinamente revelador o facto da junta fascista de Kiev ter nomeado dois corruptos oligarcas para o cargo de governador. Mas mais sintomático ainda é o facto decisivo de os ter nomeado governadores de duas regiões que, para todos os efeitos práticos, não controla. Só posso chegar à conclusão de que os governantes ocidentais têm o irreprimível fetiche de serem encornados à força toda e, ao contrário do atraiçoado do anexim, não só são os últimos a saber, como também adoram serem os últimos a saber. E ainda se prestam a serem bandarilhados em grande estilo por uma corja de delinquentes com tiques nervosos no braço direito. Como cereja no topo do bolo, ainda mandam os seus queridos “media mainstream” fazerem a reportagem para mais tarde recordarem. Que nojo, que nojo sinto eu desta gente!

  3. João Cohen diz:

    Tal como outras pessoas, quero agradecer ao Francisco a cobertura que te feito dos acontecimentos na Ucrânia.
    Bastante exaustiva, com links dos mais variados sectores , jornais, o que se pode dizer estar bastante documentada e Independente.
    Seja para comunistas como o Francisco, seja para qualquer pessoa, ter conhecimentos reais e honestos de situações como esta, é estritamente necessário… ou ainda se entrega o poder de bandeja a um bando de Neo-Nazis. De resto desejo aos Ucranianos que tenham eleições democráticas e o melhor para eles.

  4. Carlos Carapeto diz:

    Francisco; força. Temos que nos mobilizar contra esta corja. E como dizia Eurico Corvacho a luta é de morte contra o capital.
    Estamos decididos a lutar em todas as frentes.

  5. Carlos Carapeto diz:

    Vamos fazer desta a nossa canção de luta tal como os bravos soldados do Exercito Vermelho quando partiam para a frente da batalha.

  6. Carlos Carapeto diz:

    Os fascistas que se cuidem. A velhota ainda boa pontaria.

  7. silva diz:

    Preocupados com a Ucrania, o que fazemos nós pelo nosso portugal nada baixamos os braços e deixamos que gente que nunca produziu ou trabalhou em portugal fabrique miséria no povo que construiu esta nação PORTUGAL.

    http://revelaraverdadesemcensura.blogspot.pt/

    • Francisco diz:

      O que é que faz voçê? Acho que até faz alguma coisa. Nós por cá também. Parece-me que o maior conflito desde a terra fria e a chegada de nazis hitlerianos ao poder num governo da europa é assunto que deve merecer a nossa atenção.

    • Carlos Carapeto diz:

      Sô Silva sabe porque m preocupo com a situação na Ucãnia?

      É que não demora nada, vão roubar mais uma fatia do meu vencimento para pagar o gaz a fascistas. Não pense que vai ficar de fora Sô Silva ,também vão ao seu bolso.

      A Europa não tem dinheiro para ajudar os seus psóprios cidadãos e agora disponibiliza 11 M m de € para meter na mão de ladrões e corruptos.

      Está a ficar lindo.

  8. anon diz:

    MNE da Estonia diz a Katherine AShton que os snipers que mataram gente em Maidan foram ordenados pela “nova coligação”

  9. um anarco-ciclista diz:

    Não há uma coisa chamada “Direito dos povos à autodeterminação”?

    Se a malta da Crimeia ou a maioria do Sul e Leste da Ucrânia não quer ser governado por Kiev e prefere juntar-se à Rússia… Porque não o poderão fazer?

  10. Jorge diz:

    Fico sem perceber que raio tem as invenções ao longo da hstória da humanidade, só faltando falar da invenção da Roda ou do fogo, com a situação na Ucrânia, a não ser que concordam os gangs nazis. Mas as forças democráticas hão-de vencer.

  11. LGF Lizard diz:

    A culpa desta situação é de Kruschev, que resolveu dar em 1954 à Ucrânia aquilo que nunca foi nem é ucraniano (a Criméia). Era território russo, com população russa.
    O que Putin poderia fazer, basicamente, seria declarar ilegal o tal decreto de Kruschev e retomar a soberania sobre o que é seu. O resto da Ucrânia (rigorosamente igual em termos de território ao que era antes de 1954), que aderisse ao que quisesse e fosse governada por quem quisesse.
    Mas Putin que pense bem. Pode fazer com a Ucrânia a tal jogada da”defesa das populações russas”, mas não a pode fazer nos países bálticos. Arme-se em parvo e leva chumbo grosso da NATO.

    • imbondeiro diz:

      Acho que o Putin já se está a borrar todo com medinho da Nato… Esse tipo de análise é uma espécie de “futebolês” ( dizer “futebolês acéfalo” seria, convenhamos, um pleonasmo) superaditivado a testosterona aplicado à geopolítica. Sabe o que eu desejo? Desejo boa sorte à NATO. Pelo menos, desejo-lhe melhor sorte do que aquela que tiveram Napoleão e Hitler… O que não é dizer pouco…

  12. José Andrê Lôpez Gonçâlez diz:

    A GUERRA SAGRADA (letra em russo com tradução para português da Galiza)
    9 de dezembro de 2011 às 00:06
    A Guerra Sagrada

    Свящéнная войнá,

    Levanta-te imenso país.

    Levanta-te para a briga mortal
    Contra a negra força fascista
    Contra a horda maldita

    Que una nobre fúria
    ferva como as ondas!
    Esta es uma guerra do povo,
    Uma guerra sagrada!

    Devemos repelir os sufocadores
    das ideias ardentes.
    Violadores, saqueadores,
    Torturadores dos povos.

    Que uma nobre fúria
    ferva como as ondas!
    Esta é a guerra do povo,
    Uma guerra sagrada!
    As asas escuras não ousarão
    voar sobre a Mãe Pátria.

    E seus campos espaçosos
    O inimigo não ousará atropelar!
    Esta é a guerra do povo,
    Uma guerra sagrada!

    À podre imundícia fascista
    Vamos expulsar com uma bala na testa.
    Unidos com a humanidade,
    Para a fez da humanidade,
    faremos um forte caixão!

    Que uma nobre fúria
    ferva como as ondas!

    Esta é a guerra do povo,
    Uma guerra sagrada!
    Que uma nobre fúria
    ferva como as ondas!
    Esta é a guerra do povo,
    Uma guerra sagrada!

    EM RUSSO

    Священная война

    Вставáй, странá огрóмная,
    Вставáй на смéртный бой
    С фашистской силой тёмною,
    С проклятою ордóй.
    Пусть ярость благорóдная
    Вскипáет, как волнá!

    Идёт войнá нарóдная,
    Свящéнная войнá!

    Пусть ярость благорóдная
    Вскипáет, как волнá!

    Идёт войнá нарóдная,
    Свящéнная войнá!

    Дадим отпóр душителям
    Всех плáменных идéй,
    Насильникам, грабителям,
    Мучителям людéй!

    (Припев)
    Пусть ярость благорóдная
    Вскипáет, как волнá!

    Идёт войнá нарóдная,
    Свящéнная войнá!

    Не смéют крылья чёрные
    Над Рóдиной летáть,
    Поля её простóрные
    Не смéет враг топтáть!

    Пусть ярость благорóдная
    Вскипáет, как волнá!

    Идёт войнá нарóдная,
    Свящéнная войнá!

    Гнилой фашистской нéчисти
    Загóним пулю в лоб,
    Отрéбью человéчества
    Сколóтим крéпкий гроб!
    Пусть ярость благорóдная
    Вскипáет, как волнá!

    Идёт войнá нарóдная,
    Свящéнная войнá!

    Пусть ярость благорóдная
    Вскипáет, как волнá!

    Идёт войнá нарóдная,
    Свящéнная войнá!

  13. José Andrê Lôpez Gonçâlez diz:

  14. Carlos Carapeto diz:

    Canção “Slavianka” legendada em Castelhano.

    http://imbratisare.blogspot.pt/2014/03/emir-kusturica-en-ucrania-estan.html

  15. Carlos Carapeto diz:

    Informações muito uteis sobre a Ucrânia, e não só.

    http://cherniakovski.blogspot.com.es/

  16. Pingback: Junta fascista de Kiev censura canais russos, prende inimigos políticos e tenta criar uma guarda pretoriana. Batalha campal em Donetsk. Referendo na Crimeia e protestos por todo o Sudoeste no fim de semana. | cinco dias

  17. Pingback: Entrevista a anti-fascista preso pela Junta de Kiev. Fascistas retiram tropas da Crimeia, não querem a NATO e afundam-se em contradições. | cinco dias

  18. Pingback: Ucrânia, começou a GUERRA CIVIL | cinco dias

Os comentários estão fechados.