Luta dos Estivadores Chega a Bruxelas

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotografias com alguns dos eurodeputados portugueses com quem reunimos em Bruxelas

Na passada terça-feira, por iniciativa do IDC – International Dockworkers Council (Coordenador da Zona Europeia Anthony Thétard) e da ETF – European Transport Workers’ Federation (Secretário-Geral Eduardo Chagas), a Direcção do Sindicato que represento, esteve presente em quatro reuniões em Bruxelas com eurodeputados portugueses.

A generalidade dos eurodeputados foi sensível aos nossos argumentos e alguns expressaram mesmo a sua solidariedade e empenho para que, no actual conflito laboral, consigamos chegar a uma solução satisfatória para os estivadores.

Nestas reuniões de sensibilização e pedido de intervenção junto das respectivas estruturas partidárias e dos responsáveis do sector portuário na Comissão Europeia, a Direcção deste Sindicato explicou em detalhe as razões que estão na origem das lutas que tem vindo a desenvolver pela defesa dos postos de trabalho, pela reintegração dos estivadores despedidos, pelo fim da substituição de estivadores profissionais por trabalhadores precários e pelo início de um processo sério e empenhado do processo de negociação da contratação colectiva.

Colocámos em evidência a forte solidariedade internacional de que temos vindo a ser alvo por parte do conjunto dos estivadores dos outros países, sendo que Portugal está a ser o balão de ensaio de um modelo de trabalho portuário baseado na precariedade e nos salários de miséria a aplicar no futuro aos nossos companheiros europeus.

Entendemos, e justificámos a nossa convicção, que o Porto de Lisboa será mais produtivo, seguro e eficiente com uma aposta em mão de obra especializada, experiente, dimensionada às reais necessidades do porto para satisfazer de forma eficaz os seus utentes sem colocar em risco, tanto pessoas como cargas.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.