Balanço do 1º Encontro Nacional de Professores Boicote&Cerco

1º Encontro Professores VOTO

Em Coimbra, no passado dia 1 de Fevereiro, realizou-se o 1º Encontro Nacional dos professores que dinamizaram o Boicote&Cerco (a 18 de Dezembro 2013). Este movimento contribuiu de uma forma significativa para a importante vitória dos professores contra o Ministro Nuno Crato e o governo PSD-CDS. Apesar da prova ter sido suspensa e da desmobilização consequente, cerca de 70 professores de norte a sul do país reuniram neste 1º Encontro para dar mais força a um Movimento Nacional de Professores único, pelas suas característica de democracia e combatividade. Mais uma vez com total democracia, votaram-se mais de 25 propostas de adendas à proposta inicial. A proposta de “princípios orientadores” e das “próximas tarefas Nacionais do Movimento” foram aprovadas. E foi aprovado por unanimidade nomeadamente:

1º Que pela primeira vez, ao contrário dos últimos 30 anos, existe um Movimento Nacional de Professores que tentará sempre que nas manifestações, concentrações se dê a voz a todos os professores (basta de comícios de meia dúzia de dirigentes);

2º Ajudar a dinamizar pela primeira vez em Portugal uma Manifestação Nacional em defesa da Escola Pública que tente envolver toda a sociedade (professores, estudantes, outros sectores profissionais dentro e fora da Escola). Por isso, sem sectarismos, iremos propor juntar forças aos principais sindicatos e associações (de professores, Estudantes, Encarregados de Educação, Psicólogos, etc) para tornar possível essa Manifestação nunca antes realizada;

3º Lutar contra a PACC, pelo fim dos milhões de Euros do Estado para os colégios privados, pela diminuição do número de alunos por turma, pelo aumento de apoio aos alunos com necessidades educativas especiais, por mais funcionários nas escolas e pela vinculação dos professores com 3 anos de serviço.

Brevemente será tornado público o documento final com todas as adendas aprovadas. A parte da organização interna do Movimento e da eventual mudança de nome do Movimento ficou adiada para o próximo Encontro Nacional a realizar no final deste ano lectivo. Sem qualquer financiamento de nenhum  sindicato, associação ou partido este Movimento, apenas com as contribuições dos professores de todo o país, conseguiu alugar o auditório do IPJ de Coimbra, pagar cerca de 700 fotocópias (com todas propostas e adendas), material diverso para o Encontro e ainda ajudar a custear, com mais de 300 euros no total, as viagens dos professores das cidades mais distantes. Isso só foi possível pela solidariedade activa dos professores, dos elos de confiança fortíssimos entre colegas que nasceu sobretudo da batalha contra a PACC… O desafio será continuar a juntar forças para travar outras batalhas igualmente (ou ainda mais) importantes pela redução do número de alunos por turma, pela vinculação de professores com 3 anos de serviço e por uma Escola Pública de qualidade para todos. O desafio está lançado e este novo Movimento Nacional de Professores aceitou-o!

André Pestana (professor desempregado).

p.s. O 1º Encontro Nacional na imprensa:

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=713920&tm=8&layout=122&visual=61

http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=3664043

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

2 respostas a Balanço do 1º Encontro Nacional de Professores Boicote&Cerco

  1. JgMenos diz:

    «Mais uma vez com total democracia…»
    Quando a democracia é adjectivada logo fica a certeza de estar a ser usada!

  2. Francisco Rodrigues diz:

    Todos fomos testemunhas que, realmente, e relativamente ao que se passou anteriormente nos nossos encontros, mais uma vez os trabalhos decorreram com total democracia! Por muito que incomode muita gente…

Os comentários estão fechados.