Emigração, ou a ordem de expulsão dada a toda uma geração

O Governo calcula que em 2013 tenham saído do país entre 100 a 120 mil portugueses.

As várias declarações de apelo à emigração

emigracao

Desde 2009 que a emigração disparou, em 2011 atingiu valore próximos dos 100 000 e em 2012 ultrapassou os máximos históricos dos anos 60. Em 2013, segundo os próprios números oficiais subestimados, atingiu valores semelhantes a 2012. Quantos voltarão? Como pode o país desenvolver-se quando perde uma geração inteira? Não será este défice muitíssimo mais importante e com efeitos mais a longo prazo que o défice orçamental? Qual impacto social, moral e económico desta expulsão? Sim, porque é de expulsão que se trata. Para lá do degradar das condições económicas este governo de inimigos do povo e traidores à pátria, explicitamente, deu ordem de expulsão nos seu discurso a toda uma geração.

affonsocosta

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

3 respostas a Emigração, ou a ordem de expulsão dada a toda uma geração

  1. PorreiroComoOsJornaleiros diz:

    O que só demonstra , uma politica de sucesso-como é evidente!

  2. E deviam rolar muitas cabeças hoje.

  3. Pingback: 2013, um ano de luta social em análise | cinco dias

Os comentários estão fechados.