Da próxima vez que forem inventar uma lei para sacar dinheiro a desgraçados vão pensar duas vezes

Concluímos que é isto tudo uma cambada de gatunos. O que é que se faz com Gatunos?

Fala-se muito em paulada mas ninguém avança

We want to hire you to kick Passos Coelho butt
For an extra you could kick Merkel butt
É este o projecto

Acham que a coisa se resolve com o Stevan Segal dando uma carga de porrada no Passos Coelho? Claro que não, o vice-primeiro ministro também precisa de apanhar

Em que medida é que isto resolve a crise? Na medida em que da próxima vez que forem inventar uma lei para sacar dinheiro a desgraçados vão pensar duas vezes.

Há quem fique incomodado, quem critica no abstracto e se horroriza quando a crítica passa ao concreto, há quem ache de mau gosto, rude, pouco civilizado… Há quem goste e até viva do protesto, mas do protesto balizado, carneirinho, afunilado, respeitoso dos bons costumes… Há quem chame a atenção de que estamos a ferver num lume brando que irá nos conduzir mais dia menos dia à morte, mas se alguém quer saltar do pote, muitos desses mesmos gritam “ai não!  Não pulem da panela que vão cair no fogo”.

Eu daqui saúdo os Gatos e acho muito positivo que o nacional-tótósismo-pacifista esteja a dar sinais que está a abrir fendas. Para travar os sociopatas que nos governam há vários requisitos, um deles é que o movimento popular se capacite que para vencer tem de estar disposto a ir além de protestos rituais e simbólicos. O protesto, como o dos professores hoje,  tem de confrontar e obstaculizar no concreto a acção deste governo de inimigos do povo e traidores à pátria. Para que isso aconteça há certas construções ideológicas hegemónicas que têm de ruir, uma delas é a repulsa à utilização da “violência” como instrumento dos oprimidos (porque a violência quotidiana dos opressores essa raramente é posta em causa). É muitíssimo positivo que em prime-time um dos mais famosos grupos de comediantes Portugueses dessacralize o uso da violência sobre os responsáveis máximos da barbárie em curso.

Há quem não entenda quão essencial isso é, eu não me sinto assim tão surpreendido… Como há uns tempos lembrei,  “Muitos dos primeiros serão os últimos, e muitos dos últimos serão os primeiros

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

4 respostas a Da próxima vez que forem inventar uma lei para sacar dinheiro a desgraçados vão pensar duas vezes

  1. Discurso Mandela, mas gostei de ler. Só uma pergunta: quem é o Francisco?

  2. Pingback: Entrega do prémio de melhor “Blog do ano 2013 Acidxfactory” | Acidxfactory - LX Factory Organization

Os comentários estão fechados.