A Plataforma em Defesa da Ciência e do Emprego Científico em Portugal convoca Conferência de Imprensa para segunda-feira dia 16/12/2013 às 16h00

Entre outras coisas, como um avaliação que não respeita critérios mínimos de legalidade, ressalvo estas duas notas. Num concurso em que se despediram mais de 1000 investigadores precários foram seleccionados contratos a professores que já tinham um contrato sem termo – uma espécie de sabática de 5 anos! – e até foi dado um lugar a um professor reformado estrangeiro que no ano anterior tinha sido membro do júri do mesmo concurso. Se me permitem a piada é o chamado «lugar ao sol».
Não há limites à imoralidade neste país. Espero que este seja o alerta para a comunidade científica, independentemente das opções ideológicas, se una em torno de um debate profundo sobre o que se passa nas nossas universidades. E que todos sejam chamados, num debate livre e profundo, a reflectir sobre que educação e formação queremos para o nosso país.«Caros colegas,

Como comunicámos anteriormente temos hoje, às 16h, uma conferência de imprensa na Voz do Operário, na Graça, em Lisboa. Achamos que a vossa presença é bastante importante e como tal deixamos aqui o apelo para que apareçam.
Nesta conferência de imprensa entregaremos um extenso documento, elaborado por 11 cientistas de todas as áreas científicas, com as irregularidades e ilegitimidades do Concurso FCT 2013.

Cumprimentos,
A Comissão Representativa da Plataforma em Defesa da Ciência e do Emprego Científico em Portugal»

Nota à Imprensa
A Plataforma em Defesa da Ciência e do Emprego Científico em Portugal convoca Conferência de Imprensa para segunda-feira dia 16/12/2013 às 16h00
Aos órgãos de comunicação social,
Durante os últimos anos consolidou-se em Portugal um regime de precariedade no que diz respeito ao desenvolvimento de trabalho científico no nosso país, situação que atinge docentes, investigadores, bolseiros, etc., e que tem consequências graves na evolução da produção científica em Portugal.
No seguimento de discussões informais sobre o rumo da Investigação Científica e do Emprego Científico em Portugal, foi criada no dia 9 de Dezembro de 2013, em reunião geral de Investigadores, Professores Universitários e Bolseiros, A Plataforma em Defesa da Ciência e do Emprego Científico em Portugal, como uma organização independente e apartidária.
Nesta reunião geral foram também aprovadas duas moções, uma referente a irregularidades detectadas no Concurso Investigador FCT 2013 e a segunda em Defesa do Emprego Científico. Estas moções estão em período de recolha de assinaturas online, contando já com cerca de 1700 subscritores (Moção 1) e 1500 subscritores (Moção 2).
A comunicação dos resultados de avaliação do Concurso Investigador 2013 tem suscitado grande perplexidade na comunidade científica, a par do processo de condução do mesmo por parte da FCT. Decidimos por isso enviar uma Carta Aberta ao Presidente da FCT, Dr. Miguel Seabra, onde solicitámos que os candidatos tivessem acesso à informação detalhada das suas avaliações, bem como a todo o processo de avaliação das suas candidaturas no âmbito da transparência a que devem obedecer estes concursos.
No sentido de expor a precariedade do emprego científico em Portugal, assim como os sucessivos erros cometidos pela FCT no processo de avaliação do referido concurso A Plataforma em Defesa da Ciência e do Emprego Científico em Portugal vem, por este meio, convocar os órgãos de comunicação social interessados para uma Conferência de Imprensa a ter lugar, na Voz do Operário (Graça) na próxima segunda-feira, dia 16 de Dezembro, pelas 16 horas.
Estaremos disponíveis para responder a qualquer questão dos senhores jornalistas presentes relacionados com a temática da Conferência de Imprensa.
Atenciosamente,
Comissão Representativa da Plataforma Em Defesa da Ciência e do Emprego Científico em Portugal
Ana Delicado, Instituto de Ciências Sociais, Universidade de Lisboa
Isabel Marcos, E-GEO, FCSH, Universidade Nova de Lisboa
João Neres, Global Health Institute, École Polytechnique Fédérale de Lausanne, Suíça
João Romão, Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical, FCSH, Universidade Nova de Lisboa
Mário Machaqueiro, CRIA, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Mónica Chaves Afonso, Instituto de Telecomunicações, Instituto Superior Técnico
Quirina Ferreira, Instituto de Telecomunicações, Instituto Superior Técnico
Raquel Varela, Instituto de História Contemporânea, Universidade Nova de Lisboa; International Institute for Social History, Amsterdam
Rita Salgueiro, GeoBioTec, Universidade de Aveiro
Sérgio Ávila, CIBIO, Universidade dos Açores
Vera Assis Fernandes, Museum für Naturkunde-Berlin e UNINOVA, Universidade Nova de Lisboa

Lisboa, 13 de Dezembro de 2013

Contacto: emprego.cientifico@gmail.com / http://empregocientifico.blogspot.pt/

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

2 respostas a A Plataforma em Defesa da Ciência e do Emprego Científico em Portugal convoca Conferência de Imprensa para segunda-feira dia 16/12/2013 às 16h00

  1. Andrea Zille diz:

    “foram seleccionados contratos a professores que já tinham um contrato sem termo … e até foi dado um lugar a um professor reformado estrangeiro que no ano anterior tinha sido membro do júri do mesmo concurso…”

    Existe maneira de comprovar a vericidade destas informações? Por favor

    Cumprimentos
    Andrea Zille

Os comentários estão fechados.