Direito ao trabalho

Quando a taxa de desemprego atinge em Portugal valores intoleráveis, impõe-se debater o direito ao trabalho. O economista Manuel Branco é autor de um dossier sobre direito ao trabalho – história, política, fundamentos -, que a Revista Rubra publicá durante os próximos meses. Como já li os textos todos que vão ser publicados posso de antemão dizer que são excelentes. Foi para mim uma imensa oportunidade de aprendizagem. Confesso, a título pessoal, que não percebo como tantos sindicatos e organizações de trabalhadores substituíram a luta pelo direito ao trabalho pela luta pela reforma antecipada, o subsídio de desemprego e os «rendimentos mínimos» – não está aí também a explicação pelo desinteresse que tanta gente tem pelos sindicatos hoje? Fica a questão para debate.

SLIDE_DOSSIER_TRABALHO-470x260

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

Uma resposta a Direito ao trabalho

  1. Gentleman diz:

    Uma vez mais, isto do “direito ao trabalho” faz tão pouco sentido como o direito a todo o homem heterossexual a ter uma mulher bonita e meiga. Ele tem o direito de a procurar, mas não tem direito de a exigir.

Os comentários estão fechados.