Brasil: As duas prisões de José Dirceu

Por Felipe Demier

«Assim, pela segunda vez em sua vida, José Dirceu foi para o cárcere. Mas a história, como se sabe, só se repete como farsa. Se, na primeira prisão, Dirceu era um revolucionário que tenazmente enfrentava a ditadura burguesa, na segunda adentrou a cela na condição de um político burguês togado rejeitado pela própria burguesia que cortejara e ajudara. Além de vingativa, a burguesia brasileira é, por demais, ingrata. José Dirceu foi vítima do próprio regime democrático-liberal que ajudou a consolidar no país.»

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

3 respostas a Brasil: As duas prisões de José Dirceu

  1. Rocha diz:

    Roma não paga a traidores. O José Dirceu que se foda. De todos os ex-guerrilheiros que já vi falarem sobre os tempos da luta armada este Dirceu é o mais asqueroso dos renegados.

  2. JgMenos diz:

    Meteu a mão ao pote?
    Mais um progressista vitimado pelo capitalismo…!

  3. BEM fEITO diz:

    Pelos vistos,Roma,não paga a traidores….

Os comentários estão fechados.