Elementos para reflexão, a caminho de um balanço e perspectivas IV

Balanços… 

Portugal Radical O primeiro artigo desta selecção foi escrito a propósito da manifestação do 12 de Março de 2011, o último é uma análise do processo de decomposição do actual governo e do centrão político por essa Europa fora. Este é um testemunho de vários importantes momentos da luta popular nos últimos dois anos. É também uma análise às dinâmicas políticas, sociais e económicas que se foram gerando.”

Sobre a Passagem de Alguns Milhares de Pessoas por um Breve Período de Tempo Texto escrito a várias mãos, cujas “linhas procurarão traçar uma breve narrativa do movimento”… nem toda a gente está para aturar o estilo “lírico-poético sei lá do quê” em que foi escrito, nem tão pouco certas perspectivas expostas. No entanto este documento tem um enorme ponto a favor, é o mais completo registo da luta social (não sindical) que conheço do actual período. Começa na Manif contra a NATO de 2010 e termina com o 2 de Março de 2013.

From mobilisation to resistance: Portugal’s struggle against austerity Texto escrito por uma militante do BE para a International Socialism (revista teórica do SWP). Começa na primeira manif do may day em 2007 e termina com o 2 de Março de 2013. “This article aims to summarise and analyse the story of the resistance in Portugal during the last few years, highlighting both our successes and limitations and contributing to the strategic debate in a spirit of solidarity.”

Quem não arrisca não petisca – contribuições para uma luta anti-autoritária no contexto dos protestos anti-austeridade. Portugal 2011/12 Texto com uma perspectiva claramente “Anarca”, começa no 15 de Outubro de 2011 e termina na ressaca imediata do 14 de Novembro de 2012.Esta compilação pretende dar uma visão geral sobre o que se passou durante o último ano dos chamados protestos contra a austeridade em Portugal. Os textos são contribuições publicadas na internet ou distribuídas como flyiers no calor de momentos em particular, o que os torna não só uma ajuda para compreender como é que alguns anarquistas têm estado a intervir nestes mas também dão uma espécie de cronologia dos acontecimentos do último ano.” 

Com todas as suas limitações, estes textos têm uma grande virtude, existem. Se há por aí mais balanços/crónicas da luta social que decorreu em Portugal nos últimos anos é favor deixarem link nos comentários.

E porque hoje é o primeiro aniversário do 14 de Novembro de 2012, em jeito de homenagem/memória, partilho mais um quadro daqui. Nos comentários alguém disse que era “neo-realismo socialista com uns pozinhos de banda desenhada japonesa”, quando os vi pela primeira vez pensei “entre o impressionismo e o neo-realismo com um toque à século XXI”, I love it!

A Carga

aCarga

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias com as etiquetas , , . ligação permanente.

5 respostas a Elementos para reflexão, a caminho de um balanço e perspectivas IV

  1. Rocha diz:

    Governo trava proposta do PSD para taxar PPP, telecomunicações e distribuição
    http://www.publico.pt/politica/noticia/governo-trava-proposta-do-psd-para-taxar-ppp-telecomunicacoes-e-distribuicao-1612585

    Quem é amigo? Quem é?

  2. Gambino diz:

    Grande imagem!
    Faz lembrar os quadros da Revolução de 1905.

  3. roberto desleal diz:

    Há pelo menos também uma outra compilação em jeito de balanço sobre textos que foram sendo lançados ao longo de 2 anos. Chama-se “Quem não arrisca não petisca”, encontra-se aqui – http://abordaxerevista.blogspot.pt/2013/04/quem-nao-arrisca-nao-petisca-brochura.html – e, de alguma forma, creio que ela e o “Sobre a passagem de alguns milhares de pessoas” se complementam. A descrição factual e mais ou menos exaustiva de momentos de um, com o olhar crítico e totalmente subjectivo sobre esses momentos de outro.

  4. Pingback: Muitos dos primeiros serão os últimos, e muitos dos últimos serão os primeiros | cinco dias

  5. Pingback: 2013, um ano de luta social em análise | cinco dias

Os comentários estão fechados.