Nos últimos tempos aprendi pela observação do que aqui se passa como se desvaloriza um post com o qual não se concorda

Blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias com as etiquetas . ligação permanente.

29 respostas a Nos últimos tempos aprendi pela observação do que aqui se passa como se desvaloriza um post com o qual não se concorda

  1. Renato diz:

    Cindir organizadamente é muito mais divertido.

  2. E também se pode malhar fortemente. Mas sim às vezes é melhor não ligar aos disparates.

  3. Francisco d'Oliveira Raposo diz:

    Tiago, desculpa, não te faltou um blá?

  4. Victor Nogueira diz:

    o espaço em branco é excessivo. Até parece que o5 dias desapareceu. Uma sugestão: diminuir o espaço em branco no post

  5. Argala diz:

    És uma vergonha. O menino da bola a fazer birra.. está amuado é? Não sabe jogar à bola com os outros meninos? E ninguém lhe explicou na escola que purga e deserção são coisas diferentes?

    Não tem à sua disposição todos os instrumentos necessários para responder aos posts da Raquel e do Renato? Tem razão, não tem. Falta-lhe um: a verdade. Tudo pode ser rebatido, fora a tese central do Renato e da Raquel, com quem amiúde discordo, que é a de que Cunhal é uma figura do reformismo.

    Passe bem

  6. Estou incrédulo com o que li aqui na última hora. Se me é permitida a opinião, isto resolvia-se com a expulsão do blog de quem chamou delator da PIDE ao Álvaro Cunhal. Porque há limites inultrapassáveis. Não sendo assim, entendo que os comunistas (do PCP) que aqui escrevem se sintam incomodados com a companhia e partam. O que tornará o 5 dias num espaço em que mais de metade dos posts serão anti-PCP, o que é obra num blog de esquerda que bebe o nome na obra do “pidesco barreirinhas”, para utilizar a reles linguagem dos esquerdalhos. Não confundir com esquerdistas, gente respeitável, ok?

  7. Antonio Mendonca diz:

    VOU ANULAR A MINHA SUBSCRIÇAO IMEDIATAMENTE, POIS ISTO DEIXOU DE SER UM BLOG COM ALGUM INTERESSE, para passar a ser uma excentricidade de alguém que se deve andar a drogar com água das couves. Passem bem !

  8. Orlando diz:

    Só não entendo uma coisa: Renato e Raquel são 2. Os outros não são mais ? Porque continuam eles aqui num blog que não lhes pertence ? Os leitores deste blog, são gente de bem, não pertenceram à PIDE nem pertencem a seita nenhuma, por isso sugiro, que em nome do bom senso, o Renato e a Raquel formem um blog dos dois, e aí expressem a sua opinião, há e mais uma coisa, controlem muito bem os comentários que lá são colocados, pois só o que dizem bem é lá colocado. Passem bem esses senhores académicos. Queremos ler coisas interessantes e contra a direitas, ou melhor, as direitas, não contra aqueles que lutam e sempre lutaram. Sugiro à Raquel que escreva para a Academia, esses sim lêem-na, faz furor entre a burguesia as conspirações por ela inventadas, força Raquel continuo na cruzada.

    • Caxineiro diz:

      subscrevo o seu comentário

      só de ler algumas merdas (falando de mim e dos meus camaradas de trabalho) que por aqui se escrevem às vezes, dou por mim duvidando se esses “teóricos” vivem na lua ou se alguma vez perderem uma hora do seu precioso tempo entre os operários tentando perceber porque não houve ou não há possibilidade de revolução imediata. Esses pastores já deviam ter percebido que as revoluções não se decretam
      mandem os provocadores pro caralho e façam um blog novo que se preocupe apenas com a realidade presente. A realidade é dura demais para ser subalternizada por conversas da treta

  9. Dezperado diz:

    Eu aprendi o que ja sabia faz muito tempo….Ou idolatram todos o grande lider Cunhal, ou o caldo esta entornado.

    Nada de novo, é a “democracia” que os comunistas conhecem!

    E quando as “ovelhas negras” discordam, os outros fazem birra e abandonam o blog.

    • Tiago Mota Saraiva diz:

      Hugo, é fazer um blogue de “ovelhas negras”. Na volta, agora que deixa o seu email, o Dezperado ainda passa a escrever no 5dias,

      • Dezperado diz:

        Obrigado Tiago, mas o meu “sonho” nao é esse.

        Mas o que se tem passado aqui no blog, é vergonhoso. Ou mudam o blog de 5 dias, para blog Alvaro Cunhal e só aceitam comentarios de comunistas, ou terão de respeitar as opiniões dos outros. Se acham que esse opiniao esta mal formuladas, entao que rebatam com argumentos, e nao com birras de abandonar o blog.

        E em qualquer post, mesmo sem ser sobre o Alvaro Cunhal, quem tem opiniao contrária, ou discorda de algo que foi dito, é apelidado ou de fascista, ou amigo do dias loureiro, ou do oliveira e costa, ou anda a comer com o passos….etc.

        Acho que um blogue serve para o debate, desde que com o respeito necessário.

        (em relação ao deixar o meu e-mail, sempre o deixei)

        • De diz:

          Não é admissivel isto.
          Desperado provou já que para além de ter tido deficiências graves de educação , tem graves deficiências de carácter. Afirmo-o com a tranquilidade de só utilizar tais termos a coisas que de facto provaram merecer tais qualificativos.

          O comportamento de desperado neste post é inqualificável:
          Quando o liberalismo não rima com capitalismo, o corporativismo dá uma ajuda:
          Posted on Agosto 6, 2013 por Alexandre de Sousa Carvalho

          “Coisas” assim pretendem continuar impunemente a portarem-se como o que de facto são. “Coisas” assim ainda ousam falar em “respeito necessário”.O respeito necessário que tiveram com José Saramago

          Há evidentemente diferenças ideologicas que nos separam. Enormes.Mas no caso de desperado o caso é diferente.A coisa é mais séria.
          Ver uma “coisa” como desperado falar que “quem não concorda com” é apelidado de isto e daquilo, e com os olhos em alvo seguir a via dos varelas do blog é significativo. Duplamente significativo :
          -De qual a forma que se reveste um reles caluniador .
          -Da semelhança discursiva com quem anda a gemer em volta dos “argumentos” e das “birras”. Enquanto se serve da calúnia abjecta.

          Entretanto vão singrando o seu caminho.Não é por nada que Varela é especialmente sensível à expressão pública de tais comentários, enquanto usa o lápis azul com tantos outros.

          E mais não digo. Por enquanto , enquanto o Tiago quiser

          • Dezperado diz:

            ó Princesa Di…..o bullying de que foste vitima quando eras mais novo, ainda se reflete muito na tua pessoa.

          • Oh desesperado, nem como espantalho servirias.

          • Dezperado diz:

            Uiiiii….la veio o namoradinho defender a sua princesa…..

            Precisas de um espantalho??? pelo menos esse deve ter paciencia para te ouvir.

          • Eu não vim salvar ninguém, só vim constactar um facto, é que és um imbecil que não serves nem pra espantalho.

          • De diz:

            O problema de desperado é ideológico, mas não só
            (De resto, quanto a esta questão, subscrevo um texto de Mario Moura que me parece exemplar)

            O problema de desperado é também outro.Tem a ver com a educação que teve,que lhe deram, etc e tal.E este tal ,a juntar à ideologia que professa…dá nisto
            São assim estes casos.Profundos e mais reveladores de como surgem coisas assim

            Faz muita falta,não faz?

          • Então não faz, é ele e o Hitler. Oh oh.

            Qual é o texto desse Mario Moura?

  10. eu diz:

    Larga isso. Não vale a pena perder tempo. Aconteceu o mesmo com o MSE. No fim, ficaram sozinhos. Estas tricas só interessam à direita.

  11. Pingback: O Auto da Autocrítica | cinco dias

  12. Pingback: Auto da Autocrítica | cinco dias

  13. Nuno Cardoso da Silva diz:

    O conteúdo deste post faz-me lembrar, não sei porquê, o programa do PCP…

  14. Tima diz:

    O que se está a passar neste blogue não é novidade nenhuma para mim assim como não deveria ser para os seus fundadores e visitantes. Quando a maior parte das vezes comentei o sectarismo imbecíl, primário e perigoso do sujeito que neste espaço é conhecido por Renato Teixeira pouca gente ligou e os poucos que ligaram ou me atacaram por acharem que eu era um infiltrado bloquista ou me deram razão sobre o que eu pensava do sujeito.
    No fundo esta história faz-me lembrar aquele famoso texto: “Quando os nazistas levaram os comunistas, eu calei-me, porque, afinal, eu não era comunista. Quando eles prenderam os sociais-democratas, eu calei-me, porque, afinal, eu não era social-democrata… Quando eles me levaram, não havia mais quem protestasse.”
    Ou seja, quando eu andava aqui a avisar toda a gente sobre a maneira pulha de escrever sobre o Bloco de Esquerda a maior parte dos comunistas deste blogue calaram-se e alguns até lhe reforçaram as críticas. Eis que finalmente o sujeito entrou a pés juntos no seio da alma comunista e deu logo falta para cartão vermemlho no ataque a Cunhal. É muito bem feito! É o exemplo no que dá ter gente desta num blogue destes. Enquanto ele foi canalha com o Bloco muita gente aqui apoiou e lhe cantou loas e tal, mas como a sabujice não tem uma dimensão focal era óbvio que mais cedo ou mais tarde o Partido Comunista fosse alvo e neste caso concreto um seu antigo líder! Digo de novo que é muito bem feito! Adorei que os comunistas politburo aqui do tasco tenham finalmente sentido na pele o escrevinhar canalha do Teixeira mal. Porque no fundo é o que ele é. Um ser nausseabundo sem uma única ideia construtiva à Esquerda a não ser seccioná-la e dividi-la mais e mais. É um ser desprovido de bom senso a não ser o senso da divisão e já conseguiu “purgar” vários bloguistas bem mais antigos que ele desta casa. Mas novamente a maior parte dos bloguistas daqui preferiu ficar calada porque quem saía até eram próximos do Bloco e por isso “boa viagem”! Finalmente começam a ir também alguns comunistas. E serve isto para dizer concretamente o quê? Não é quem está mal que se muda. É quem provoca esse mesmo mal de forma sabuja, rasteira e sem olhar a meios que deve sair. E se não for pelo próprio pé deve ser afastado. E agora só se espera que haja alguém nesta casa com pelo menos um testículo que vá ter com o sujeito e lhe aponte a porta da rua.

  15. Surprese diz:

    Não estou a entender. Um blogue não é suposto ser o sitío na Internet de um partido.

    Os bloguistas são livres de opinar, sem respeito por cartilhas ideológicas. Quem sendo militante de um partido não consegue viver com a pluralidade de opiniões, é melhor não entrar em blogues colectivos.

    Em blogues de direita, e mesmo liberais, várias vezes leio opiniões contraditórias entre bloguistas, sem este tipo de agressividade. Por exemplo, a candidatura de Luis Filipe Menezes à CM de Gaia foi motivo de dialética forte em alguns blogues, sem quebra de verniz. Da mesma forma, criticas ao actual governo existem e são expressas nesses blogues, um dos quais inclui um deputado do PSD.

    Até gostava de ler o 5D, para conhecer a visão contrária, mas este tipo de atitudes e comportamentos leva-me a confirmar as minhas suspeita: há pessoas que se tivessem o poder de controlar a polícia e o exército, seriam muito perigosas e fariam muito mal aos outros.

    • De diz:

      Surprese está surpreendido? Mas porquê?
      Os bloguistas são livres de opinar? E quem disse que não?
      Também são livres de dizer asneiras? De mandar para um certo sítio as surpresas desta e doutras vidas? Mas claro que sim

      Para que surprese não fique muito surpeendido e veja que as coisas não se pautam pelos negócios familiares a que está habituado. ele que leia isto:
      “Para um citador, uma citação” pelo João Vilela

      Agora já se sabia que há pessoas muito perigosas que têm o poder de controlar o país,o exército e a polícia.Estão neste momento no poder e fazem muito mal aos outros e outras.É a canalhada que nos governa.E que querem ainda mais poder para continuarem a fazer muito mal aos demais.
      A história da raiva anti-constitucional é paradigmático da forma de agir de tais terroristas.

      Agora vir dar como exemplo um blog , que inclui um deputado do PSD, como exemplo a seguir…esta só de alguém que não tem a mínima noçao de pudor.
      Um blog que tem um dePutaDo PSD?

      Mas onde andam os princípios católicos deste país?

Os comentários estão fechados.