Da Resistência (4)

Nelson Arraiolos

Desempregado irá usar transportes públicos sem pagar e lança apelo

Nota de imprensa

Ao meio-dia, nesta quarta feira, 13 de Novembro, Nelson Arraiolos irá deslocar-se a Chelas, uma das zonas do país com mais altas taxas de desemprego, para viajar na carreira 794 dos autocarros da Carris, carreira essa com uma alta taxa de não pagamento (59%). Apanhará o autocarro na saída da estação do Metro de Chelas, em frente ao ISEL (http://goo.gl/maps/dsh7T), de quem vem da Estação do Oriente em direcção ao Terreiro do Paço.

Fazendo como os moradores de Chelas que não têm meios para pagar bilhetes, Nelson irá também viajar sem pagar e apela à solidariedade de todos quantos se revêm nesta acção de resistência e que queiram acompanhá-lo.

Sem rendimentos, não há pagamentos.

O Nelson, que está desempregado, carece de apoio adequado para a doença degenerativa de que padece. A a sua família foi alvo de penhoras ilegais por parte das Finanças, as quais visavam dívidas do próprio.

Agradece-se a todos as senhoras e senhores jornalistas, órgãos de comunicação e cidadãos em geral a divulgação e apoio a este acto de resistência involuntária.

Nelson Arraiolos

926880152

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias com as etiquetas . ligação permanente.

7 respostas a Da Resistência (4)

  1. Maria Odete Pais Gonçalves diz:

    Boa sorte,Nelson…dos cobardes ñ reza a História!!!

  2. Paulo Carvalho diz:

    Grande Nelson, daqui todo o meu apoio!

  3. A desobediência total, a greve total, deverão ser enormes formas de luta nos próximos tempos. E claro está, mobilizar a malta para a cultura, a cidadania…

  4. Rafael Ortega diz:

    Mas porque é que o homem tem que ir a Chelas?
    É de lá?
    Se não é, não pode andar sem pagar na zona dele?
    Cheira tanto a alguém que quer aparecer…

  5. Reconhecendo que sou um privilegiado por força das economias que fui fazendo ao longo de uma carreira de mais de 50 anos de trabalho árduo, estou totalmente solidário e disposto a arriscar o que for preciso para que este movimento se torne imparável e demolidor.

  6. Donzilia Conceição Fernandes diz:

    Devia-mos ser todos a fazer isto, PORQUE TOCA A TODOS E ESCUSAVA UMA PESSOA DE SE SENTAR NO ANCO DOS REUS.

  7. É a única resposta que aceito. Se não for assim, debalde.

Os comentários estão fechados.