Gente séria no governo, jornalismo de referência (capa do Expresso a 30 dias das eleições autárquicas)

via Paulo Querido

Num país normal, a direcção do Expresso pedia desculpas públicas por esta capa.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

16 respostas a Gente séria no governo, jornalismo de referência (capa do Expresso a 30 dias das eleições autárquicas)

  1. JgMenos diz:

    Faz queixa à trika!

    • De diz:

      Gente séria também aqui a mostrar que o procedimento faz escola.

      Ou por outras palavras até onde vai a desfaçatez dos defensores do expresso e do coelho.
      Estão bem uns para os outros

      • Oh De, podes-me dar a tua opinião sobre sábado. Tens andado muito caladinho. Quero saber se puder ser.

        • De diz:

          Sabes que até já a insinuei num comentário a um post aí para trás.
          E por acaso não é por acaso que não falo por enquanto demais sobre este caso, embora concorde abertamente com alguns dos posts aí já colocados, nomeadamente um concretamente do Tiago e outro da Lúcia (mas não só) .(nao tenho acesso onde estou a todo o 5 dias…só dos ultimos posts).
          Agora não se pode desistir ou desanimar e que há que juntar todas as forças sem ligarmos muito ao que é aparente,superficial ou secundário. E mantermos os olhos bem abertos e a disposição franca para o(s) combate(s).

          Sabes…por agora fico-me num: “a água ainda há-de correr muito debaixo das pontes”.Destas pontes.

        • De diz:

          E sábado,( todos, mas este próximo em concreto) estaremos no combate.
          Podes crer que sim

  2. Num país normal estariam presos e bem presos.

  3. Don Luka diz:

    Foi você que pediu uma garantia dada por um político?

    • De diz:

      Mais uma vez a babugem tornada letra de forma.
      Mas enquanto nos pasquins pode passar, aqui não.

      “Um político” no universo do luca pode ser o que ele quiser.Mas quando emite a sua opinião deve ter mais cuidado
      Ele que tenha a noção que nem todos são iguais ao que ele é

  4. Vítor Vieira diz:

    Num país normal, o papel pedia desculpa por ser usado para imprimir o “Expresso”

  5. Dezperado diz:

    Se o lambreta soares garantiu ao Expresso…..o expresso apenas imprimiu o que lhe foi garantido.

    Alguem aqui no blog pediu desculpa por ter publicitado uma manifestação em cima da ponte que pelos vistos passou para Alcantara?

    • De diz:

      Pode desperado tentar impingir-nos o folclore do sabujo ministerial como único responsável da situação denunciada.
      Pode até mesmo, num esforço assaz desesperado, tentar comparar esta página do pasquim do PSD com a “publicidade” dita “enganosa” do 5 dias. Serve-me apenas de alerta para o modus operandi de desperado

      O que não pode é fingir-se de virgem tonta e acéfala e tentar safar assim os balsemões e companhia.A escolha do título não foi de todo inocente e as eleições à porta eram o objectivo óbvio.
      A amplificação mediática da canalha de serviço pela canalha de serviço está aqui muito bem exemplificada.

      Sorry Desperado. Os esforços para esconder as lambretas à balsemão não colhem.

Os comentários estão fechados.