paró-porto-pára-tudo

não te deixo caminhar sozinho

 

harakiri até prova em contrário: se formos muitos, podemos tudo.

se nos centrarmos num problema de cada vez, não há maioria que nos obrigue a cumprir leis injustas – como a da precarização total do trabalho nos portos.

para quem pediu para avisar ‘quando fosse a hora’: isto já foi longe demais. melhor que exigências vagas: marcar uma linha no chão, e não deixar passar. solidariedade, precisa-se. mexe-te, pá.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

5 respostas a paró-porto-pára-tudo

  1. Lurdes diz:

    é esse o mote: não caminharemos sozinhos!

  2. Argala diz:

    Os desenhos da Gui é que não desiludem ninguém!
    Não passará nada! Presente!

  3. António Fonseca diz:

    o oportunismo em todo o seu esplendor. asco

Os comentários estão fechados.