O coveiro do PCP no Alentejo

O eurodeputado socialista Capoulas Santos assumiu-se hoje como “o coveiro do PCP” no Alentejo, vincando que, enquanto ministro da Agricultura dos governos de Guterres, esteve directamente envolvido em projectos de desenvolvimento da região, como o Alqueva.

25 maio 2009

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

13 respostas a O coveiro do PCP no Alentejo

  1. De diz:

    A memória e o seu registo são coisas tramadas para alguns…

    Um ou outro mafioso não hesitarão em verberar tal exercício pedagógico.

    • E quem é que tem paciência para esta gente?????? Eles não são coveiros do PCP, mas impediram que o PCP tivesse governado nestes anos todos depois do atentado fascista de 25 Novembro.

  2. A.Silva diz:

    Um dos coveiros deste país, que bem ajudou a cavar o buraco em que nos encontramos.

  3. E já que ele falou de Alqueva bem nos podia ter contado «quantíssimos» anos andou o PS
    a opôr-se ou encanar a perna à rã em relação a esse projecto, com o PCP a falar sózinho.

  4. João diz:

    Não foi o coveiro do PCP, mas fez outros funerais. É de gente como esta, com as suas histórias de oportunismo contorcionista, que se tem alimentado a descredibilização do sistema político, com todos os perigos que um tal estado de coisas implica. O outro quer que se lixem as eleições, este, quer que se lixem os princípios. Afinal, não são os princípios que enchem a gamela.

  5. Alvaro diz:

    Moral da História: Os mortos resuscitam!

    • JgMenos diz:

      Das 11 eleições autárquicas desde o 25A o resultado do PCP em 2013 foi o 4º pior resultado – informação prestada pelo Francisco Furtado.
      Ressuscitou … mas pouco!

      • De diz:

        Ora bem.
        A respeito de um post sobre a morte anunciada ( tantas vezes) do PC e perante um aparte brilhante de Alvaro o que faz Menos?
        Tenta repenicar um seu comentário ( já devidamente respondido ) e tenta esconder o óbvio com a sua proverbial manha .Pelo meio manipula e distorce( como é hábito entre os da sua vertente ideológica) o que é referido pelo Francisco

        Ele que contemple o mapa autárquico de Portugal ( está na informação prestada e bem pelo Francisco) e que o confira depois com as suas alarvidades.Olhe lá para o Alentejo,Depois engula em seco e tente fazer mais fitas próprias dos malabaristas rascas para tentar desviar as atenções dos factos.
        Depois vá falar em ressurreições.Enquanto lhe treme a mão de administrador ao serviço dos capos.

        • De diz:

          Tem um toque de aldrabão que faz parecer o relvas.Tem um toque de escroque que faz parecer o passos.
          Percebe-se assim a azia de Menos.Não lhe foram favoráveis as últimas eleições.

      • Khe Sanh diz:

        Preocupe-se com os seus. Não lhe ensinaram que é feio intrometer-se na vida alheia?

        Diga qual foi o resultado do seu partido?

  6. Khe Sanh diz:

    Ora aqui está a confissão de outro pelintra que contribuiu para a destruição do sector agro-alimentar.

    Afinal quem os move são os ódios políticos e não os interesses do país.

    Qual é e qual vai ser o resultado daqui a algumas décadas do impacto da plantação extensiva de olival?

    A ocupação dos melhores terrenos com aptidões para culturas regadas e cereais de sequeiro, envenenamento e esterilização desses mesmos terrenos por um largo período de tempo.
    Isto para não falar dos danos ambientais provocados nas zonas envolventes. Aquíferos e cursos de água de superfície.
    Tudo isto para obter azeite de baixa qualidade.

    É inegável que o empreendimento do Alqueva tem condições ( e foi projectado) para desenvolver a região do Alentejo. Mas não é isso que tem acontecido até este momento nem tão pouco aponta nesse sentido a médio prazo.

    Até agora tem servido apenas para continuar a servir os interesses dos grandes geófagos da região.

    Porque o estado de miséria e desencanto das populações locais pouco ou nada mudou.

    No entanto é bom que fiquem registadas as palavras deste “senhor” e de outros que pensam e agem como ele, porque crimes deste tipo nunca poderão prescrever.
    Tal como aquilo que outro malandrim do mesmo gabarito e do mesmo partido fez com a UCP 1º de Maio.

  7. O PS, pode continuar a querer ser o coveiro do Povo português, mas eles vão morrendo, e os comunistas vão nascendo !

Os comentários estão fechados.