Os cabalistas – Porque o assédio compensa!

anigif_enhanced-buzz-26701-1368624613-17

Alguma esquerda não suporta que parte da sua dissidência não seja de direita e para lidar com isso perdem-se em mistificações. Quem não tem critério para o quadro que pintam tem poucas hipóteses. Ou é maluco – e precisa de apoio clínico – ou está baralhado à espera de luz divina. Eventualmente anda mal acompanhado. Quando a esquerda partidária lidar com o seu vácuo sem desculpas talvez perceba as razões pelas quais o movimento social – do Brasil ao Egipto – lhe virou as costas.

O Bloco de Esquerda é o exponente máximo disso mesmo. Ao contrário do que escreveu o saudoso Guedes – vê lá se voltas pá – não é uma cabala movida por forças ocultas que tem levado o partido a disparar tiros nos pés atrás de tiros nos pés. Por mais que isso desencante os camaradas que acham que tudo não passa de uma cabala, a verdade é que não há ninguém a conspirar mais contra o Bloco de Esquerda do que o próprio Bloco de Esquerda, sendo que, naturalmente, quem o sublinha não pode ser responsabilizado.

Ao contrário do que dizem os cabalistas-psicanalistas, não são os exageros polémicos de quem combate o Bloco de Esquerda que estão na base do colapso da sua credibilidade. Desde o apoio a Sá Fernandes, passando pelos comícios de Alegre animados por Louçã e Sócrates, até ao apoio ao belicista Rui Tavares, os erros foram cometidos pelo BE, não por quem não está virado para lhe lamber as feridas.

O partido que quer legalizar a canábis mas que equipara piropo a assédio, o partido que apoia qualquer um para ser candidato e se arrisca a promover racistas, o partido que candidata mulheres apenas por serem mulheres ou apenas por terem dado um abraço a um polícia – (o que eu gostava de saber o que acham as feministas do BE sobre os critérios que levaram o BE de Lagos a candidatar a Adriana Xavier), um partido que às segundas, quartas e sextas diz A para dizer B às terças e quintas, um partido que alienou o enorme capital de esperança que lhe foi depositado nos seus primeiros anos a troco da “confiança” do eleitorado, perdeu todo o respeito, sobretudo à esquerda, unicamente por culpa própria. À excepção da campanha do Porto, todas as outras se reduzem à publicação de carantonhas e frases feitas sem nenhuma ideia associada. O radicalismo dos primeiros tempos era merecedor de muito mais respeito e, paradoxalmente, dava garantias de que o voto no BE não era um voto perdido ou um voto a meio caminho do Partido Socialista.

É pena. Durante quase dez anos construí o Bloco para mais do que a papa em que se transformou. Mas não é a bílis que me move. É a necessidade, outrora tão bem compreendida pelo BE, de se começar de novo.

panfleto-concelhio-adaptado-para-facebook-by-casinhas

Via Sexy Autárquicas e Bloco de Esquerda de Lagos | E retirarem o apoio político à candidatura de Lagos por promoverem mulheres unicamente pela sua silhueta ou por se terem tornado famosas à conta do assédio público a desconhecidos, não? 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

35 respostas a Os cabalistas – Porque o assédio compensa!

  1. Pascoal diz:

    A tua campanha pelo PCP tem sido muito interessante.

    • Já ouvi teorias melhores. Essa, nem o PCP acredita. Sobre o tema, alguma elucubração?

    • Antónimo diz:

      “não são os exageros polémicos de quem combate o Bloco de Esquerda que estão na base do colapso da sua credibilidade. Desde o apoio a Sá Fernandes, passando pelos comícios de Alegre animados por Louçã e Sócrates, até ao apoio ao belicista Rui Tavares, os erros foram cometidos pelo BE, não por quem não está virado para lhe lamber as feridas.”

      De que modo é que estas posições foram tomadas pelo PCP?

  2. luis diz:

    essa fonte “sexy” deve ser tudo menos segura.. como toda gente sabe o sexo só com segurança!!
    http://blocoesquerdalagos.wordpress.com/listas-de-candidatos/lista-de-candidatos-a-assembleia-municipal/

  3. Herberto diz:

    Boa tirada e bom texto. De facto, não é campanha pelo PCP, como Pascoal afirma. É a verdade. Normalmente, quando dita desta maneira, dói e chateia aqueles que ainda vivem em ilusões.

  4. subcarvalho diz:

    …a campanha no porto tem sido realmente muito interessante…principalmente na apropriação política de movimentos sociais que surgiram na cidade nos últimos anos…

    • Pois… não sei detalhes, mas falava sobretudo da propaganda que chega dos cartazes e de uma ou outra acção que mediatizaram. Quanto à táctica da apropriação eu bem sei o que a casa gasta aqui a Sul do Douro…

  5. AnonOuNão diz:

    Ainda te chamam de reacionário, com a velha tática da mofada e coxa esquerda, o que não se vence se ataca. Que exige do militante serviente tal, a ter de pensar exclusivamente pela necessidade partidária, ainda que contrarie os sentidos, e principalmente falta de clareza e objectividade.
    Os partidos de hoje não buscam mudanças politicas, buscam doutrinar, como qualquer religião.
    No Brasil nas manifestações no 07 de Setembro, o governo pediu a toda a esquerda para ir para a rua, resultado pouca adesão, faixas, cartazes a pedir o fim da corrupção, ou de criticas ao governo foram retirados a força pelos esquerdistas devotos.
    O governo que se diz esquerdista no Brasil, que gasta 51% de seu PIB para pagar juros da divida que juram que pagaram, e tantas mentiras que a Presidente todos os dias conta na Tv, o PT perde militantes de anos de partido, e pior, esta ressuscitando uma direita que era morta a muito. Ou seja a esquerda brasileira é quem mais esta esta “endireitando” ideologicamente o brasileiro comum que não depende de favores do Estado. Até o Gabeira foi chamado de reacionário.
    http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2013/09/bfernando-gabeirab-o-estado-se-tornou-uma-extensao-do-pt.html

  6. Isabel diz:

    O Francisco Castelo continua a ser candidato por Elvas , é pá a campanha não resultou.

    Uma candidata do Algarve, até aparece citada num blogue de baboseiras, aqui está um grande tema para malhar no Bloco.

    Mas esse tal Blogue sexy qualquer coisa, só faz propaganda do candidato do PCP em Lisboa, como sendo o Tony Carreira das Anas Avoilas e das Odetes Santos do PCP, talvez SÓ por isso ele seja o candidato do partido, mas o RenatoTeixeira nem reparou, nisso, ora bolas…

    • Estarei a soldo do PCP? É que com tanta distração… só pode.

    • João diz:

      O Joao Ferreira é Eurodeputado e Doutorado em Biologia. É esse o currículo dele. Todas as intervenções dele no Parlamento Europeu testemunham o seu trabalho e o seu currículo.
      A Outra rapariga deu um abraço a um polícia.

  7. JP diz:

    Caro Renato, aquilo que os eleitores se estão a aperceber é que as sucessivas jogadas do BE denotam um conjunto de fações(zinhas) com meia dúzia de pessoas que estão permananetemente a lutar pela “próxima causa fraturante”.

    Foi por isso, aliás, que o debate do piropo gerou tanto entusiasmo. De repente ficou a nú o ridículo de um partido com representação parlamentar (não estamos a falar do MRPP nem do PTP) dedicar tempo e dinheiro a discutir uma matéria completamente absurda (para não dizer idiota).

    E fora isto o BE não existe, ou seja, retire-se a despenalização da IVG, os direitos LGBT, as drogas leves, o voto aos 16 e outras matérias semelhantes e aquilo que resta é uma cópia do PS em versão hipster.

    E os portugueses já perceberam isto. Por isso, entre o BE e o PS preferem o original. E para um partido de esquerda “prá luta” preferem o PCP. É olhar para as sondagens e confirmar…

  8. Isabel diz:

    Como alguem já aqui escreveu, a sua campanha e de mais alguns comentadores a favor do PCP, é tão descarada , que ao menos poderiam ser um pouco mais subtis.

    Porque é que não se juntam ás balzaquinas do PCP, e vão fazer parte do Clube de Fãs do Joaozinho, que existe no tal blogue sexy? Não vos cairiam os parentes na lama.

    • Eu ia jurar que o João Ferreira não limita o seu cadastro político ao abraço, mas se me diz é porque deve haver boas razões para ter alguma prudência na hora de ir à urna. Algum conselho?

  9. Isabel diz:

    Longe de mim pensar em dar conselhos, a alguém , tão afirmativo nas suas certezas..

    E de cadastro, veja lá, pensava que só havia os da policia, será que sabe algo do tal João do PCP, que não seja público.

  10. Sexy Autárquicas diz:

    Pronto, já fomos bloqueados pelas forças da reacção, que apagaram o post da Adriana Xavier mai’lo Robocop. Satisfeitos?

  11. JP diz:

    Epá tanto comentador que não largua a braguilha do PCP! Mas o que é que eles têm a ver com os disparates do BE?

    Não façam porcaria se nao querem perder eleitores.
    É simples.

  12. Isabel diz:

    E o clube de fãs do João Ferreira do PCP , também já foi extinto?

  13. C Vidal diz:

    Camarada, denuncia pois estas idiotices de idiotas. O BE pode ser mais interessante, mas neste momento é uma papa inclassificável. Neste momento ou desde há muito: de Tavares à menina Xavier, passando pelo Alegre – lixa-te prás sensibilidade (ui ui) das novas “aquisições” aqui da casa – uma maltosa que cheira a carreirismo e a democracia que tresanda! Aquele abraço.

    • Aquele abraço, e que o copo esteja finalmente por dias!

      • Aquele Quete Ama diz:

        Que boa companhia para um copinho de leite Renato. O estalinista Vidal. Que bem. Orgulho em teres amigos assim pá! Vê lá não cuspas também nele senão às tantas tens que te masturbar sozinho. Então sabujo ressabiado e ex BE. Já viste o Canal Panda hoje? Ou tens mais merda para verborrear?

        • Se a poesia melhorar ainda mais volta a sair da ‘caixa do lixo’. Panda não, a minha onda é mais Wagner. Sabe não sabe? Aqueles que “os traidores” e “os reaccionários” apreciam. Beijinhos gordos. 😉

          • Rui Pires diz:

            Acho, sinceramente, muito curioso que se dê ao trabalho de responder a certos comentários que aqui são escritos… acho que eu não seria tão comedido nas palavras (será por ser transmontano?).
            Descobri este blogue por acaso, e vou-me tornar assíduo leitor.
            Um bom texto, concorde-se ou não com as suas opiniões, e que vale a pena ler.

    • De diz:

      (Para quando o regresso da escrita torrencial de Carlos Vidal a este blog?)

  14. Pingback: Bloco de Esquerda, esses ciganos | cinco dias

Os comentários estão fechados.