Os piropos

Não posso deixar de concordar com o Carlos Guedes quando ele diz que há assuntos muito mais importantes do que os piropos.
Foi por isso que hesitei em dizer qual a minha opinião. Por isso e porque há 2 anos estive na mesma escola de uma militante do Bloco de Esquerda, hoje candidata autárquica em Gondomar. Depois de quase ter levado uma coça por escrever «direitos do Homem» em vez de «direitos humanos», aprendi a ter muito cuidado com o que escrevo.
Por isso, o mais seguro talvez seja mesmo dizer que quem lança um piropo devia ser preso. E que não é uma iniciativa nada ridícula do Bloco de Esquerda.

Anúncios

Sobre Ricardo Ferreira Pinto

ricardosantospinto@gmail.com
Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

4 respostas a Os piropos

  1. Olhe que não, olhe que não. A candidata autárquica do BE tem argumentação quanto baste, não precisa de açoitar ninguém. Já eu, ao ler esta sua posta, fiquei com vontade de dar-lhe tautau, esperava mais agudeza argumentativa do que a do argumento ad feminam.

  2. Rafael Ortega diz:

    “Depois de quase ter levado uma coça por escrever «direitos do Homem» em vez de «direitos humanos», aprendi a ter muito cuidado com o que escrevo.”

    Alguém que se chateia com isso já está no campo da psiquiatria.

  3. Bia diz:

    Alguém que se chateia com isso já está no campo da psiquiatria. #2

Os comentários estão fechados.