Resistência camponesa paralisa Colômbia


O sector agrícola chega hoje ao sexto dia de paralisação nacional na Colômbia. Aos jornais da oligarquia já chegam os gritos de alerta para a escassez de produtos nos principais mercados. Enquanto caem as típicas acusações de terrorismo sobre quem bloqueia as principais entradas para Bogotá, centenas de milhares de camponeses levantam-se num dos mais fortes protestos dos últimos anos. Os estudantes universitários sabem de que lado estar e confrontam directamente a polícia e o exército nas imediações das principais faculdades. Os mineiros e camionistas aderiram à greve. Depois do levantamento de camponeses em Catatumbo, agredidos violentamente pela repressão policial, as FARC ofereceram os seus homens e as suas armas para proteger o campesinato. Para quem acusa os manifestantes de serem manobrados pelas FARC e pelo ELN, a fotografia é capaz de sair mal. É que se assim for, a resistência armada na Colômbia tem bem mais apoio do que o que se tenta passar. E na Europa, claro, o silêncio é quase absoluto.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

8 respostas a Resistência camponesa paralisa Colômbia

  1. JgMenos diz:

    Uns verdadeiros cavalheiros estes polícias colombianos!
    E o mulherio….um perigo!

    • Carlos Carapeto diz:

      Sô Menos.
      Se aquela escaramuça tivesse acontecido em Cuba, Venezuela, Bolívia, Nicarágua?

      Já Vc estava aqui a brandir raios e coriscos com o pelo todo eriçado!

      Já está a dar o seu veredito favorável aos repressores, sem se interessar dos motivos do protesto.

    • De diz:

      Adivinha-se algum desconsolo de Menos?
      Preferia métodos mais…germânicos na forma de actuar da polícia?

    • Vai lá ter com o António Borges.

  2. Tenho lido muito sobre as Farc e a Colombia, mas hoje eu vi!
    Vi um povo com coragem e uma policia
    com medo. Se calhar o medo de muitos
    policias, já era coragem.
    Nem as 6/7 bases dos EUA, vão impedir
    os Colombianos de serem livres, como
    eu entendo a liberdade.

  3. Carlos Carapeto diz:

    “El presidente de Colombia, Juan Manuel Santos, ordenó regresar de La Habana a Bogotá al equipo negociador con las Fuerzas Armadas Revolucionarias de Colombia (FARC) después de que la guerrilla anunciara unilateralmente una “pausa” en las negociaciones, informó la prensa latinoamericana.

    Las FARC suspendieron el viernes el diálogo de paz con el Gobierno colombiano para analizar la propuesta de Santos de someter a un referendo un eventual acuerdo de paz con la guerrilla.

    Santos declaró el viernes que Bogotá reanudará las negociaciones cuando lo considere “apropiado” y subrayó que “en este proceso el que decreta las pausas y pone las condiciones no son las FARC”.

    A resposta do governo Colombiano ao pedido de uma pausa nas negociações por parte das FARC para analisar a proposta de um referendo, foi esta. “quem decreta as pausas e põe as condições não são as FARC”.

    Dá para perceber a honestidade com que o governo participa nas negociações.

    Desta vez não pensem que vão repetir aquilo que fizeram noutros “acordos” de paz, atraíram os guerrilheiros para uma cilada, depois massacraram-nos.
    Não foram só ex guerrilheiros assassinados, foram também intelectuais, sindicalistas e quem referenciaram como estivesse contra o governo, aproveitaram aquele período de desmobilização para chacinarem milhares de supostos inimigos.

    A situação agora é outra.

  4. E as lojinhas do Sr. Pingo Doce? diz:

    Pois também me parecia que havia qualquer cois que não estava a bater certo. As FARC em negociações de paz? Então deixou de haver fome na Colômbia e os guerrilheiros e as pessoas sem fome passaram a ser devidamente alimentados pelo governo colombiano? Pensei para mim, é que Soares dos Santos tem lá uma lojinhas tipo Pingo Doce, mas com um outro nome que abriu este ano. Aparentemente não se situam na capital, mas estão junto da perifeira (li nos jornais). Deviam ser os alvos preferenciais a ser atacados pelas populações pela comida que têm nas suas lojinhas.

    Não foi Cavaco Silva que levou uma troupe de empresários empreendedores do empreendedorismo à Colômbia este ano? Se souberem destas notícias são capazes de ter dúvidas e abandonar os negócios. Como são muito valentes são capazes de dizer que, afinal, a Colômbia não é feita de boa gente!

    Ah, já sei, é que os presos que são libertados pelas Farc, vêm muito magrinhos e quase não podem andar…

    Sabem é que eu li o livro de Lilliane de Bettancourt, «Até que o Silêncio tem um Fim». Pois eu gosto de contos que acabem bem. Fui à internet ver o que se havia dito sobre o assunto. É claro que o assunto era uma verdadeira mentira montade pela Sra. Bettancourt. Como é possível depois de 6 anos de cativeiro ainda insistir em mentiras? Pareceu-me estranho quando ela foi libertada não vir com ar de prisioneira de guerra: magra, esquálida…. Mas li o livro na mesma. Não queimei as pestanas porque me serviu de lição. Da próxima vez consulto primeiro a internet. Para ganhar mais uns trocos… Há gente para tudo.

    Este vídeo mostra como devemos enfrentar sem medo quando as autoridades nos caírem em cima aqui. As mulheres, facilmente reconhecíveis pelos seus longos cabelos, são verdadeiras mulheres sem medo. E o Governo da Colômbia é uma verdadeira ditadura, nada que a maioria das pessoa pobres na Colômbia já não estivessem habituados.

    Não percebo é como houve negociações de paz em Cuba? Nas FARC há dissidentes? Os americanos deixaram de ter interesse nas plantações de coca ? Não me parece… é o negócio da China deles … mas «comandado» pelas FARC…Nas FARC há lá pessoas que não gostam que os pobres passem fome, que não tenham acesso a medicamentos e não sei mas já se devem ter organizado no toca a educação. Boas organizações revolucionárias

    O que passa sobre as FARC na Comunicação Social, nomeadamente no canal National Geographic, sobre as pessoas raptadas pelas FARC é uma verdadeira aberração…
    mera propaganda. Quem vai para zonas das FARC sem ser autorizado fica logo entalado…

    Agora só falta a ETA e o IRA reabrirem os seus paióis… porque foram enganados… vamos esperar para ver… O terrorismo vem de dentro e não necessariamente de fora. Disto ninguém fala na Comunicação Social.

    P.S. Mas eu insisto, as lojinhas de Soares dos Santos, deviam ser as primeiras a ser saqueadas porque ele anda a pôr opé em ramo verde há muito tempo. Eu ficaria radiante… é que lá os colombianos não brincam em serviço, ainda por cima com comida.

  5. Rocha diz:

    É possível um acordo de paz com uma oligarquia fascista? As FARC têem dito pela voz dos seus comandantes que a facção da burguesia actualmente no governo da Colômbia assim o deseja e está disposta a ceder. Mas dá para acreditar nisso? Com todo o respeito que tenho pela a organização revolucionária, não estou a ver como.

Os comentários estão fechados.