“Compromisso de salvação nacional”

PS

Logo após a declaração de Cavaco ao país, Alberto Martins veio manifestar a disponibilidade do PS para o “Compromisso de salvação nacional” desde que se juntasse PCP e BE às negociações. 
Mas a que se deve esta neosolidariedade? Será que o PS esperava que, com a força do PCP e BE, podia fazer quebrar a direita? Será que o PS pensa ser o último reduto das instituições e quer que nesta caldeirada estejam todos os partidos com assento parlamentar? Então porque não convidou os Verdes?

Na realidade a partir deste comunicado percebe-se bem os receios do PS. Se, por um lado, as suas opções políticas não divergem substancialmente das que têm vindo a ser tomadas e daí não lhe ser difícil aceitar eleições em Junho de 2014 (só falta Seguro declarar que não tem pressa para chegar ao pote), o cumprimento integral do memorando da troika e a negociação do 2º resgate, por outro lado, o PS teme que a realidade do bipartidarismo comece a ser posta em causa, tal como na Grécia ou em Espanha. O maior seguro de vida de PS e PSD é que, um e outro quando saem, tudo fazem para deixar o pote nas mãos do outro. Eleições em Junho de 2014, cumprimento do memorando e apoio a este governo, seriam coisas que BE e PCP nunca poderiam garantir! Se se sentassem à mesa das negociações estariam a trair o seu eleitorado e quem representam.
Mais é absolutamente inqualificável que nenhum deputado do PS coloque a questão da representatividade em cima da mesa. Ou será que entendem que o voto do povo que os elegeu até pode ter servido para apoiar um governo de Cavaco, qualquer que ele seja?

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

3 respostas a “Compromisso de salvação nacional”

  1. Vanessa diz:

    De que é que os verdes têm medo….

    Se até partidos de reformados de beatas de sacristia, de apoio aos gatinhos , etc , se submetem ao veridicto popular, porque é que os ditos verdes aparecem sempre ao eleitorado , debaixo do guarda chuva protector do PCP…..

    • De diz:

      Porque será,porque?
      Mas porque não será,porque?
      Os tais partidos de reformados de beatas de sacristia, de apoio aos gatinhos por esta ordem ou qualquer outra …e a Vanessa lastima -se dos tais Verdes não serem iguais aos tais.
      Ó Vanessa…já “tamos” a perceber.Lemos aqui há dias um texto do inenarrável Monteiro, o escriba de turno no jornal do Balsemão que afina pelo mesmo diapasão…a Vanessa bebe-lhe das águas e fica assim enxofrada?
      Ainda bem

      http://sempunhosderenda.blogspot.pt/2013/07/mais-uma-do-inenarravel-monteiro.html

      O ranger de dentes é uma coisa lastimável.Sobretudo este ranger de dentes que tenta esconder o desejo de limitar os direitos de cidadania de outros.
      Certo vanessa?

  2. Rafael Ortega diz:

    O PS chama o PCP e o BE porque quer arranjar tudo e mais alguma coisa para se safar da embrulhada. Já não sabem que mais fazer para sair do buraco em que estão.
    Não querem que o Governo se mantenha, mas não têm tomates para mandar o Cavaco passear.

    Quanto aos verdes, onde eu vou o meu apêndice vai também, não tem que ser convidado. Se o PCP está lá não faz sentido estarem os verdes, as opiniões e contributos são iguais e, apesar de tudo, o Jerónimo sempre parece mais simpático que a Heloísia.

Os comentários estão fechados.