QUANDO A PRÓPRIA “TROIKA” O RECONHECE, ESTAMOS À ESPERA DE QUÊ?

Sei que isto é um recado, e que recados destes nunca são inocentes. Mas, mesmo assim, não é isto um sinal de que podemos e devemos ir mais longe?

“Comissão Europeia, Banco Central Europeu e FMI consideram que a forma como o Governo cedeu em toda a linha perante os professores, no início da semana, é um caso exemplar e um sinal forte para outras áreas da administração pública, de que o Governo não tem força política para aplicar os cortes previstos, e de que a contestação e as greves podem compensar.”

Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

Uma resposta a QUANDO A PRÓPRIA “TROIKA” O RECONHECE, ESTAMOS À ESPERA DE QUÊ?

  1. Rocha diz:

    Sem dúvida que é um sinal para aumentar, intensificar e radicalizar a luta Eu sempre defendi que quantas mais greves e manifestações melhor, só é preciso coragem e espírito de luta firme.

Os comentários estão fechados.