atenção Lisboa, o corpo de intervenção isolou contra vontade um grupo de manifestantes!

1013085_10151678877188684_630984238_n

os manifestantes que cortaram a A5 em Lisboa, foram, contra sua vontade, escoltados por mais de uma centena de polícias do corpo de intervenção, com cães, para o bairro Bela Flor, atrás da Galp (quem sobe a Duarte Pacheco em direcção às Amoreiras) supostamente para serem identificados. Precisam-se de advogados com urgência, são pelo menos 100 pessoas detidas. Mobilizem-se para lá! Já basta de processos, presos e violência! a TSF relata que há cerca de 30 carrinhas da PSP no local.

actualização: as pessoas foram revistadas uma a uma e não tiveram acesso a água durante todo o tempo da detenção. ‘Depois têm de ir assinar um documento, com várias folhas. Sem advogados. Não sabem o que diz o documento e vai um de cada vez. É preciso gente lá. São precisos advogados.‘ … Há quem diga que são papeis de notificação para comparecerem no tribunal, amanhã pelas 10h, e que todos os manifestantes foram constituídos arguídos e serão alvo de processo sumário. Há confirmação de terem recusado passagem a uma advogada.

actualização 2: ‘São 3 ou 4 papeis, um de notificação para comparecerem em tribunal amanhã, um de constituição de arguido, outro de termo de identidade e residência e foi-me dito que há um outro mas não sei do que é. Em nenhum consta a acusação.’

…250 pessoas detidas e intimadas a aparecer amanhã às 10 no campus de Justiça, por cortar uma estrada, numa greve geral? Não olhem agora, mas parece que a polícia acabou de convocar uma manifestação.

1009936_474845619275847_1940852704_n

1045172_10151727256487941_989461106_n

1013683_10200118385424275_2137108560_n

Screenshot from 2013-06-27 20:29:17

Screenshot from 2013-06-27 20:28:55

1011052_639752209391884_1451209676_n

1044110_10152955050450504_2044873205_n

1001635_474772289283180_414718026_n

Esta entrada foi publicada em 5dias com as etiquetas . ligação permanente.

85 respostas a atenção Lisboa, o corpo de intervenção isolou contra vontade um grupo de manifestantes!

  1. Manuel diz:

    Quem os mandou cortar uma autoestrada?!?
    Que mais poderia a polícia fazer?

    • guicastrofelga diz:

      prémio o-seu-comentário-é-tão-mau-que-só-dava-para-responder-em-verso-e-não-me-apetece-porque-estão-pessoas-presas-e-eu-estou-preocupada

    • huy diz:

      Kem me mandou salvar os bancos da sua economia(?) de casino?Das PPP’s dos SWAPs-Cretino!!!!
      A policia foi lá prendê-los,os ladrões da oligarquia?Vai-te f****!

    • Fernando diz:

      Juntar-se e mostrar o seu desagrado por este governo e pelas medidas de austeridade que nada adiantam, mostrar que o povo português tem vontade própria… Juntar-se ao lado do seu próprio povo, pelas famílias que têm em casa, pelos amigos, e ajudar a deter os verdadeiros criminosos… Portugal tem problemas bem mais graves que manifestantes a fechar autoestradas, mas colarinho branco parece que a polícia não se interessa…
      Se querem zelar pela segurança, integridade e união do povo português o relógio anda a contar, nada dura sempre nem mesmo a paciência com que temos vindo a reagir ao governo.

    • Luis diz:

      Para parvo n te falta nada!

    • DJDRMIKE diz:

      Dar te um tiro nos Cornos punha fascista!

    • skdj diz:

      Grande fauna neste blog.

    • Bolota diz:

      Manel,

      Será que os policias são os mesmos que dormem em enxergas e nem casernas tem???

  2. Juca diz:

    Todos a combater o fascismo!

  3. suspiro diz:

    A policia devia estar do lado da população só assim irá ser possível terminar com tudo isto!!!! No 25 de Abril tivemos as tropas, não vêm que nestes tempos só a policia nos poderá ajudar???? Não vêm e o pior ficam do lado do quem os rouba todos os meses….

    • Leitor Costumeiro diz:

      Já temos sorte se esses gajos da PSP souberem ler quanto ter consciência civica…

      • abrupta diz:

        Conheci alguns que liam bastante, mas estes, pelo aspecto, parecem ter saído diretamente do Terceiro Reich e aposto que queimam livros.

  4. PT diz:

    Manifestantes não, neste caso são mesmo é CRIMINOSOS! E tiveram o que merecem, ou seja, serem detidos para averiguação de identidade.

    • guicastrofelga diz:

      suponho que isso seja um teste da minha capacidade de encaixe face a idiotices, pelo que vou deixá-lo apanhar porrada do resto do pessoal. não se estique nas respostas que o tenho debaixo dolho.

    • Leitor Costumeiro diz:

      Pois é entupir um tribunal por causa de um capricho de um qualquer frustrado fardado. Criminosos também os PSP’s que como frustrados e cobardolas que são, aproveitam qualquer oportunidade pra fazer destas coisas, fodam-se, cocktails molotov pra cima deles…

    • É, de facto, um crime do caralho andar na rua. Imperdoável.

  5. ... diz:

    Só heróis… tanto dum lado como doutro…. qual a diferença de comunismo para fascismo? O fascismo é a exploração do homem pelo homem, o comunismo é exatamente ao contrario… o homem é explorado pelo homem… ex. russia, cuba, alemanha de leste… Depois Portugal esta como está com culpa para quem começou esta porcaria da diferença social entre os trabalhadores e os funcionários públicos… uns sem regalias, outros com todas as regalias…. bla bla bla.
    Para o pais funcionar é preciso primeiro haver igualdade entre trabalhadores… publico=privado…

    • De diz:

      No meio de uma série de disparates saídos directamente da ignorância ( ou não será só ignorância?) aparece uma patética manobrazita de diversão ( e não só?).
      A culpa é da diferença “social” entre os trabalhadores do público e do privado.Assim se faz o que se tem a fazer,tentando colocar trabalhadores contra trabalhadores.
      A bem da Nação,perdão ,a bem do patrão

    • pedro diz:

      epa isso agora foi mesmo para rir os anos todos q o publico esteve melhor q o privado ninguem falava que era preciso haver igualdade agora que o publico esta a ter o q merece ja toda a gente chora

      • De diz:

        Mais outro que ri,enquanto o fio da baba lhe escorre ao canto da boca.
        O que merece o pedro?
        Isso e mais alguma coisa.Certo?

  6. Jorge Freitas diz:

    Tudo bem. Agora só falta a Gui condenar o facto de eles impedirem as pessoas de circularem livremente (ir e vir para o trabalho) contra a sua vontade. Dois pesos, duas medidas.

    • guicastrofelga diz:

      … greve geral?

      • Rafael Ortega diz:

        Faz greve quem quer.
        Quem não quer não tem que ser obrigado a não fazer.
        Ou isto já é uma ditadura comunista e o camarada Arménio o nosso Estaline?

        • guicastrofelga diz:

          eu cheia de nojo, depois de ler uns outros comentários mais abaixo: …você é de (eww) direita, não é?

        • De diz:

          Ortega deve estar muito irritado para lhe saírem destas pérolas.
          A Greve parece que lhe deu a volta a.
          Ainda bem

          • sim diz:

            podemos fazer greve geral à greve geral?

          • De diz:

            Isso é uma pergunta não de um fedelho cábula e preguiçoso, mas sim de um yes man a tentar fazer-se não passar por aquilo que é.
            Sobra a idiotice do dito cujo

        • Antonio diz:

          Greves em ditaduras comunistas e no reinado de Estaline? Essa é nova. Mas nao se preocupe, neste blog esquecem constantemente esse detalhe.

          • guicastrofelga diz:

            bolas, mas comeu tudo melinhos mágicos ao pequeno almoço?? mas quais ditaduras comunistas, irra!!!

  7. Miguel diz:

    Que vergonha! A polícia de um estado de direita fascista a intervir no sentido de maltratar pessoas que defendem o fim de uma sociedade doente.
    O Sr. “Bimbo” Miguel Macedo já merece o prémio de “Goebbels de Braga.

  8. Invadir MAC, Zara e Casa das Sopas. Contra a imperialismo, marchar! diz:

    Suponho que se um condutor se tivesse despistado e embatido a culpa seria toda dele porque afinal de contas é um fascista.

    • guicastrofelga diz:

      se percebesse o raciocínio, ou a comparação, ou se isso fizesse algum sentido, eu respondia, a sério.

  9. Jorge Freitas diz:

    Greve geral envolve impedir pessoas de ir trabalhar se assim o entenderem? Sabe que isso não é sequer legal (já nem falo de ética) 🙂

    • guicastrofelga diz:

      estive num piquete ontem à noite, na STCP no porto, que me diz o contrário, sabe? mas tome lá um smile, pela da ‘ética’! =D eu listava as ilegalidades e inconstitucionalidades feitas pelo governo, mas vamos ficar pelo smile, sim?

  10. Fernando Juncais diz:

    Manifestar sim (também lá estive à tarde), bloquear estradas e vandalismo não.

  11. Jorge Freitas diz:

    Até o Bakunine sabia das implicações das nacionalizações e estatizações. É ver o que ele diz sobre a ditadura do proletariado. Uma anarquista, que se dá com marxistas-leninistas tem muito que se lhe diga. Mas enfim. Quanto a livros, há muuuuuitos que comparam fascismo a comunismo. Livros, artigos académicos. Tudo o que quiser. Claro que se ler o Marx ele não vai dizer: eu sou fascista! Mas o que é certo é que as coisas nos paraísos socialistas, deram certo. Até não havia greves, veja-se lá. Era tudo feliz. 🙂 Eheheheheheh

    • guicastrofelga diz:

      nunca gostei muito do bakunine, muito francamente. quem falou de ditadura do proletariado foi o jorge freitas, pelo que leio. qualquer análise decente de esquerda em 2013 passa necessariamente pela noção de que as experiências ‘nos paraísos socialistas’ que refere não foram muito boas, não é? anda aí uma certa confusão nessa cabeça. e há de me explicar se as privatizações tão a correr assim tão melhor que umas belas colectivizações.

      voltando ao post, que essa argumentação é só fumaça: já reparou que 250 pessoas vão ser levadas a tribunal em processo sumário por terem cortado uma estrada numa greve geral?

      • ... diz:

        façam lá greve à vontade, mas não se metam à frente do camião… ou então mtam-se e depois queixem-se que o camião não parou… principalmente numa auto estrada… Existe o direito à greve, mas também existe o direito ao trabalho e é ilegal impedirem-me de pegar a trabalho ou de fazer o meu serviço como funcionário de uma dada empresa.

    • falcão diz:

      Ui!, que confusão por aí vai… Ou então é ignorância mesmo, e isso tem cura. É o que dá haver tantas universidades privadas tipo lusófona. Por acaso não aprendeu essas coisas nalguma delas? Cure-se homem, e o melhor remédio são mesmo umas boas leituras. Até lá, deixe-se de comentários idiotas…

  12. Rocha diz:

    Coragem camaradas, a luta continua!

    Este povo ainda está demasiado agarrado ao passado, agarrado à péssima ressaca do 25 de Abril (que agora parece ter sido não mais que uma bebedeira de caixão à cova), pelos ecos do “povo é sereno” e de outras palermices. Este povo não é burro é preciso é falar-lhe, é preciso é discutir, às vezes aos berros, às vezes é preciso armar algazarra mas depois acba por entender que o medo não leva a nada, que a subserviência não salva a pele a ninguém, que é preciso enfrentar com guerra a guerra que estes (des)governos da Troika nos fazem.

    Força camaradas! Eu também estive na luta hoje e dá para ver que quantas mais lutas melhor!

  13. Leio estes comentários e caem-me os queixos. Tentar bloquear estradas é um crime? São postas vidas em perigo, 200 pessoas são invisíveis? Muito piores criminosos foram os militares, em 74, porque desceram à cidade com tanques. É mais ou menos isso, não é?

    • ... diz:

      Impedir as pessoas de trabalhar é legal? Ok… greve faz quem quer e trabalhar trabalha quem quer (ou quem pode)…

      • pedro diz:

        a proxima vez que essa classe de herois com armas me mandar parar numa operaçao stop ja sei que desculpa dar. ” desculpe sr agente mas esta a impedir-me de ir para o meu trabalho”

    • Jorge Freitas diz:

      Se eu me colocar no meio da estrada e houver um acidente por minha causa, sim é um crime. Não é preciso ter o doutoramento em Direito para perceber isto. Impedir pessoas de ir trabalhar porque assim o querem, é só lamentável. Só demonstra autoritarismo e presunção. E essas comparações com 74, pressupunham que estivéssemos num regime parecido ao Estado Novo sem governo eleito democraticamente. Que é uma assumpção tão ridícula que se quiser ir por aí, procurarei não argumentar pois não se pode argumentar logicamente contra coisas que não fazem sequer sentido.

      • guicastrofelga diz:

        ‘governo eleito democraticamente’… hum. tenho as minhas dúvidas e desafio-o a provar isso em urna. que o governo tem o apoio da maioria da população, quero dizer.

        • Rafael Ortega diz:

          foi eleito em 2011, para 4 anos.
          as sondagens não são eleições.
          se todas as pessoas descontentes com o governo ainda o estiverem nas próximas eleições (e eu estou, mas por motivos diametralmente opostos aos seus) então o governo será substituído por outro.

          • huy diz:

            Curioso.Não era essa argumentação usada aquando do Sócas que levou roda de tudo,por aprte de vossas excelências do PSD.Para q conste não vejo essa imprensa de ‘esquerda’,referncia escrever q o cuelho dva porrada da sua ex-mulher das Doces….Curiosos os meios………….

          • De diz:

            Ortega está descontente perante o seu governo.É difícil encontrar alguém que cante hossanas a tal bando de criminosos.A estratégia de alguns que se vêm sufocados perante o descontentamento popular passa também por aqui: fingirem que não têm nada a ver com a política de classe desta gente miserável.
            Mas a questão da legitimidade do governo assente em eleições sazonais tem muito que se lhe diga.Um governo eleito com base num programa que não cumpriu, que aliena da forma como o faz o capital da sua população trabalhadora,que cumpre um programa de saque e de roubo ao serviço de terceiros, perde a legitimidade para governar.O mundo está cheio destes exemplos.Era o que faltava que o tal votinho nas urnas fosse impeditivo da exigência de novas eleições.
            Se bem que no caso concreto de Portugal estas não bastem.É que os responsáveis pela presente situação, desde o BPN até ao Banif, desde o desemprego até ao roubo de salários e de pensões, desde o roubo de férias até ao aumento de horas de trabalho,dizia eu que os responsáveis por esta política criminosa devem sofrer as consequências das suas acções.
            E aí não há votinhos que os devam salvar

          • Rafael Ortega diz:

            Caro Huy, não me associe ao PSD, não sou grande fã de socialistas.
            Aumentar impostos e não cortar na despesa não é a minha onda.

          • De diz:

            Ortega?
            Socialistas o PSD?
            Deve estar mesmo a brincar.A tentativa de desculpabilização da canalha em exercício vai até onde?A ignorância ou a desfaçatez?Ambas com alguns pozinhos mais

  14. Jorge Freitas diz:

    As inconstitucionalidades do governo foram analisadas e chumbadas pelo TC. São coisas que acontecem em Estados de Direito. O crime de desobediência é um crime. E não me venha com o artigo 21º. Duvido que ele preveja que se lixe deliberadamente quem quer fazer o seu rumo normal (ganhar o seu pão). Fazer greve (no seu próprio trabalho) e aceitar as consequências definidas (perda do dia de trabalho) é um direito. Agora lixar a vida aos outros deliberadamente é um péssimo argumento para quem supostamente quer mostrar que o Estado nos anda a lixar. E quanto ás experiências socialistas já conheço o argumento de ginjeira: não funcionou em nenhum lado (Cambodja, China, URSS e agora…pelo andar da carruagem na Venezuela também será flop) mas vamos lá tentar neste pedaço de terra e transformar isto na Cuba portuguesa. O pessoal aí vivia tão bem que nem faziam greves (ou talvez fossem alvos de julgamentos sumários à força de tanques soviéticos). (ainda estou para perceber a sua definição de julgamento sumário. Para mim é algo que não permite apelo, etc. Mas imagino que haja diferentes escolas de Direito).

    • Carlos Carapeto diz:

      Se o Jorge Freitas gosta de ser escravizado não tem que exigir que os outros lhe sigam o exemplo.

      Se está bem na vida , não tente medir as condições deploráveis que vivem milhões de Portugueses pelo seu conforto.

      Ou está apenas habituado a ver o mundo a partir da janela de sua casa contemplando o seu vistoso jardim?

      Se as pessoas têm fome, são excluídas, exploradas vilmente por aqueles que a pretexto da crise lhe impõem condições de trabalho desumanas o que pretende que façam?

      Implorem de joelhos, tirem o chapéu curvando a cabeça com os olhos postos no chão pedindo servilmente que sejam respeitados os seus direitos (se reparou escrevi direitos).

      Se é isso que pretende? Então está a prestar um péssimo serviço ao seu semelhante. Já devia ter entendido que são coisas do passado.

      Agora a titulo pessoal recomendo-lhe que tenha muito cuidadinho com essas referencias ao Camboja de Pol Pot (julgo ser esse o seu alvo) um instrumento do imperialismo para desestabilizar a região depois da derrota sofrida no Vietname. URSS que conheci muito bem e sei no que estão transformados os países que faziam parte dessa grande nação . China com a Índia ali ao lado, Cuba vizinha do Haiti e não muito distante das Honduras e Guatemala.

      Cudado! Não se atreva mais se não quer sair daqui com o rabo ripado como se diz na minha terra.

      Alguém aqui já lhe recomendou que devia ler mais livros.

      Eu acrescento; a leitura é a única forma de destruir a sua ignorância.

    • De diz:

      “Quanto às experiências socialistas”….tanques soviéticos etc e tal
      Ó Freitas que desespero vai aí para se ter que refugiar tão longe em busca de.
      A Greve Geral causou-lhe engulhos? Ainda bem.Sobra-lhe a ida até Cuba com uma volta pela Venezuela para tentar esconder a sua frustração.?
      Ainda bem.Fica o retrato mais completo e percebe-.se um pouco melhor o seu porfiado e irritado esforço

  15. The Studio diz:

    Essa centena de inúteis ficou retida contra sua vontade? Não é bem assim, ficaram retidos porque cortaram uma auto-estrada. Se não quisessem ficar retidos bastava que se comportassem civilizadamente. Então e que dizer das pessoas que regressavam a casa após um cansativo dia de trabalho, não ficaram retidas contra sua vontade porque esse bando de imprestáveis bloqueou a auto-estrada? Se dependesse de mim esses inúteis iam uma semanita dentro, para terem tempo de pensar na sua falta de respeito e na intolerância que revelam para com quem trabalha em Portugal.

    • De diz:

      Se dependesse do”studio”…etc e tal.Ou de como o vociferar de um pequeno arruaceiro, tresmalhado da sua habitual companhia, mostra o que é e ao que vem.
      Um ministro de nome marques guedes saiu hoje à liça e, com aquela sua expressão patibular,falou no respeito do governo face aos que iam trabalhar…
      O studio” é apenas o esforço visível de dar visibilidade no terreno às palavras do guedes.A “falta de respeito e a intolerância para quem trabalha em Portugal” é a cereja no topo do bolo de um hipócrita que tenta vender a ideia que o seu governo teve alguma vez tal respeito,enquanto mostra a cada minuto que passa a sua intolerância por quem trabalha.O comportar civilizada mente para este género de coisas é simplesmente deixar-se explorar, obedecer e calar.
      O studio ainda quererá alguma coisa mais. Mas para seu enorme desgosto não a terá

  16. Ariexiet diz:

    Parece que sim, que bloquear estradas é crime, mas se em 74 e de acordo com as leis do estado novo planear um golpe de estado também era crime e ele aconteceu, Foi porque se cometeu um crime que todos por enquanto,,,, repito por enquanto ainda podem exprimir as vossas ideias,!!!!!!! Basta de Grandolas Vilas Morenas! Crime é crianças andarem a passar fome, crime é ser-mos roubados descaradamente nos nossos rendimentos,! Alíás até penso que estamos bem pior do que no tempo do estado novo… quando se falava o que não se devia era-mos presos, agora falamos…falamos…falamos…cantamos…cantamos….. e ninguém liga a porra nenhuma que o povo diz!

    • guicastrofelga diz:

      olha, uma pessoa normal a comentar no 5dias! …é isso mesmo!

    • pedro diz:

      +1 se bem q o falamos e ninguem liga nao e bem assim que o diga aquele sr que disse ao presidente da republica para ir trabalhar cujo o ordenado e as reformas sao pagas por todos nos

  17. guicastrofelga diz:

    NOTA: as pessoas que assinam com os nomes jorge freitas e the studio perderam os direitos de comentário nos meus posts neste blog por estupidez argumentativa ou facholice irritante. paz à sua alma. eu avisei e nunca prometi que esta caixa de comentários ia ser democrática. carry on.

  18. Rafael Ortega diz:

    Foram detidos contra a sua vontade por fazer cometer um crime.

    Lógica da batata.

    Eu se conduzir bêbado também sou detido contra a minha vontade.

    • guicastrofelga diz:

      qual crime, desordem no tráfego automóvel? sabe quantas vezes eu já estive em manifs em que se entrou pela rua adentro, com ou sem comunicação?

      • Lucas Galuxo diz:

        Devias responder por isso. Entreoutras coisas, por alguém contemporizar com os teus crimes é que o pessoal relaxa.

      • Rafael Ortega diz:

        Com autorização não me importa.
        Sem autorização devia ter-lhe chegado uma multinha a casa.

    • Carlos Carapeto diz:

      A sua opinião nem logica tem por tão redutora que é.

      Confunde iniciativas de carater coletivo espontâneo, promovido por um grupo de cidadãos descontentes com a situação politica, pela ação de libertinagem de um individuo irresponsável que para satisfazer os seus vícios e prazeres coloca em risco a vida de outros.

      Não encontrou melhor exemplo de comparação entre a legitima desobediência civil , a um bêbado transgressor?

      Tem ódio aos colectivos é? Prefere as iniciativas pessoais !

      Sabemos que as multidões e o povo organizado assusta muita gente é por isso mesmo que os individualistas promovem os Martim, glorificando até à exaustão aqueles que alcançam “êxito” com iniciativas pessoais isoladas.

      Pois eu depois de ter vivido a maravilhosa experiência daquilo que foi a Reforma Agrária aprendi que o colectivismo faz as pessoas felizes e solidárias, que é precisamente o inverso dos efeitos do individualismo.

  19. guicastrofelga diz:

    … e atravesso frequentemente a rua fora da passadeira!!! …um perigo.
    haters’ gonna hate. beijinhos na ponta do nariz.

  20. Carlos Carapeto diz:

    Estou totalmente ao lado deste grupo de corajosos cidadãos que tiveram a ousadia de enfrentar na rua a turba fascizante que nos domina.

    Não nos resta outra alternativa para desalojar esta corja de usurpadores da riqueza que produzimos senão o recurso à desobediência, e ao que parece eles não entendem outro tipo de linguagem que a da violência.

    E como disse alguém; contra a violência dos exploradores os povos têm o direito de responder com a violência revolucionária.

    Já nada temos a perder senão a vida e para a burguesia a nossa vida não tem qualquer valor.

    Chegou a nossa hora.

  21. Antonio diz:

    eheheeh…..ca gandas tansos. Nem um piquetezinho em condiçoes sabem fazer, nem uma misera estrada conseguem cortar. É a quem quer e nao pode. Só show off….

  22. Miguel diz:

    Não há melhor forma de parar a sociedade doente que este governo está a criar do que bloquear a ponte 25 de Abril. Foi assim que Cavaco Silva se demitiu. Parece que a ponte é o calcanhar de Aquiles deste e de outros governos de direita.
    Quanto aos que acham que não é legal ou que é muito feio mostrar a sua repugnância por um dos governos mais ranhosos e cretinos que passou pela nossa história, com uma polícia que utiliza de métodos usados pela “Gestapo” nazi, o melhor é continuarem a jogar no Euromilhões, a comer caracóis e pevides, a fazerem as palavras cruzadas no “Correio da Manhã” e a verem os jogos do mundial do “Sub 20”.

  23. Simões diz:

    por guicastrofelga ??? É o novo nome da Isabel Faria?

  24. PBC diz:

    É simples. 20 ou 30 carros parados à entrada da ponte. Em Lisboa, no Porto e onde mais houver quem o queira fazer. E não sair enquanto o governo não se demitir.

  25. Myriam Zaluar diz:

    Só um pormenorzinho que talvez não seja de somenos: os manifestantes não bloquearam estrada nenhuma pela simples razão que a própria polícia já tinha tratado de o fazer.

Os comentários estão fechados.