HABEMUS REPRESOR

«El cardenal argentino Jorge Mario Bergoglio, jesuita recién elegido hace unas horas como Francisco I, un nuevo “Papa” que estuvo al servicio de la dictadura argentina en 1976, como denuncia el diario argentino Página 12. Bergoglio se reunió en diversas ocasiones con el genocida jefe de la Armada, Emilio Massera y era propagandista de la dictadura»

Descansemos, a igreja, como a burguesia, vai continuar a queimar-se, enterrada em escândalos, depois da guita – perdão, dos bens do senhor -, do Vaticano tere sido queimada com a desvalorização do capital em 2008. Esperemos pelas «as fugas de informação», do mordomo ou de algo ainda mais sórdido.

Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

11 respostas a HABEMUS REPRESOR

  1. xico diz:

    HABEMUS STULTITIA
    A União Soviética esteve ao serviço da ditadura Nazi. Reuniu-se com Hitler e assinou, com este, um acordo.

    • Bento diz:

      E o acordo de Munich?
      O Acordo de Munique decidiu a entrega da Tchecoeslováquia em mãos de Hitler, nas primeiras horas da madrugada de 30 de setembro de 1938. Assinaram o acordo, Adolf Hitler, Nevile Chamberlain, Deladier e Mussolini. Foi um ato de traição à Tchecoeslováquia. Aos seus representantes no encontro – Inglaterra e França – ficou a tarefa de comunicar que teriam de render-se ao ditador alemão, com a entrega de seus territórios.

      • xico diz:

        Se citei os acordos de Estaline com Hitler foi para realçar a parvoíce de confundir estratégias de convivência com estar ao serviço de…
        Talvez ajude perceber que a actual governante chilena disse que o actual papa era a verdadeira oposição que tinha. Vai daí há que iniciar o assassinato de carácter. É que podemos, por exemplo, mencionar Otelo Saraiva de Carvalho que, sem a isso ser obrigado, aceitou fazer carreira num exército que iniciava a guerra colonial. Aí houve um claro apoio ao regime de então. Hoje é um herói da liberdade. E porque não falar de Humberto Delgado obreiro da revolução que impôs a ditadura de Salazar e foi seu apoiante durante bastante tempo?

  2. Bento diz:

    Grande amigo de Videla.
    A América Latina está um “perigo” logo é preciso desestabilizar a zona

    http://www.publico.es/internacional/452122/bergoglio-oculto-la-complicidad-del-episcopado-argentino-con-la-junta-militar-del-dictador-videla

    • xico diz:

      Admira-me que um simples padre tenha tido tanto protagonismo. Não era nem bispo e muito menos cardeal.

  3. JgMenos diz:

    Tudo o que não é da seita ou colaboracionista é traidor.
    Guerra de religiões!
    Não há fundamentalismo que reconheça a moderação ou a neutralidade.

  4. Antonio diz:

    Fora hipocrisias que sempre abundam neste blog, isso para mim é tudo inveja.
    Se o comunismo tivesse um decimo da força do catolicismo no mundo, talvez vos levassem um bocadinho mais a serio. Assim, nao passam de uma seita como muitas que para ai andam. Com santos embalsamados e pontos de peregrinaçao, teorias que sao questao de fe e crença em milagres.

    • Ricardo Souza diz:

      “Com santos embalsamados e pontos de peregrinaçao, teorias que sao questao de fe e crença em milagres.” Acabaste de resumir o catolicismo e nem te apercebeste.

  5. von diz:

    Nem dão tempo ao homem de mostrar serviço. Já é um escroque. Haja paciência…

  6. Santos Miguéis diz:

    A sério que ainda utilizam esse termo ridículo, burguesia? Estão a viver em 1600 ou 2013?

Os comentários estão fechados.