Galos no poleiro

594367_Rooster-Coop

 

Mal cheira a oportunidade de eleições antecipadas e a possibilidade do partido “líder da oposição” ganhar (ainda que com minoria relativa) umas legislativas, eis que os galos ciosos  de poder começam a estrebuchar. Bem podem fazer vénias públicas, mas nos bastidores contabilizam os seus apoios. Podia ser o PSD, mas neste ciclo é o PS. Convocam congresso não para afirmar uma  política alternativa para o país, não para se demarcarem do acordo com a Troika pelo qual são também responsáveis, mas para contar espingardas e medir pilas. Com tal novela só demonstram, para os que ainda não se deram conta, que não são um Partido político com programa e ideias próprias para o país, prontos a defenderem a nossa soberania e um programa de desenvolvimento nacional, mas uma arena de interesses inter-pessoais comprometidos com a tomado do poder para benefício próprio e dos interesses particulares que servem. Chamada de atenção que não basta derrotar a troika estrangeira, mas também a troika nacional do PS-PSD-CDS. Com estes Portugal não tem futuro.

Sobre andrelevy

Sou investigador na área de biologia evolutiva, na Unidade de Investigação em Eco-etologia no ISPA, Lisboa. Fiz o doutoramento em ecologia evolutiva de plantas e insectos, em particular sobre as defesas de plantas a múltiplos insectos. De momento trabalho em filogenia, biogeografia e filogeografia de peixes marinhos.
Esta entrada foi publicada em 5dias. ligação permanente.

2 respostas a Galos no poleiro

  1. anjinho diz:

    Vou votar no PS porque hoje, o PS, prometeu não aumentar os impostos.Que ‘programa’,que saloiice,um bando de xicos espertos.Não Aumentar=>não aumentar os impostos às empresas,isso é certo.Para a arraia miúda,os votantes,não há garantia no regresso ao século XXI.Esta gentalha está acometida na execução de um Projecto de Regresso ao séc. XIX!!!!

  2. Rui Cardoso diz:

    Se no dia de eleições , o Povo não se acomodar e for votar com cabeça, como eu tenho feito modestia a parte, deixavamos estes galarós a falar sozinhos, deixá los a trocar de tacho e depois dar lhes uma derrota estrondosa , para ver se aprendem.

Os comentários estão fechados.